JMN apóia projetos de assistência a menores vulneráveis socialmente

JMN apóia projetos de assistência a menores vulneráveis socialmente

Atualizado: Sexta-feira, 10 Junho de 2011 as 1:50

Na última sexta (04), o pr. Celso Godoy ministrou a cerca de 100 técnicos e coordenadores de projetos da Pastoral do Menor da Igreja Católica Romana, no município da Serra, ES. A convite do padre Xavier, coordenador estadual da instituição, o pastor falou durante toda a manhã sobre drogas e suas implicações, e abordou temas como dependência química e seus efeitos no organismo, implicações sociais, familiares e morais, entre outros.

Os presentes, assistentes sociais, pedagogos, psicólogos e agentes sociais diversos,  acompanharam atentamente a toda a explanação, e no final puderam fazer perguntas afins, que foram respondidas pelo missionário da JMN, que acentuou a necessidade de um preparo específico tanto na área da drogadição, quanto em outras correlatas, nas questões que dizem respeito aos grupos de alta complexidade, que precisam ser alcançados por Cristo.

Apoiando o Iases

O pastor Godoy também está envolvido nas atividades do  Instituto de Atendimento Sócio-Educativo do Espírito Santo (Iases), que na última quarta-feira realizou a apresentação do Programa de Assistência Espiritual: PAES-IASES. Os batistas foram representados pelo missionário, que também é o consultor estratégico para grupos de alta complexidade da JMN.

O objetivo do encontro foi construir parcerias para a realização de ações sócio pedagógicas de assistência religiosa nas Unidades de atendimento aos adolescentes em conflito com a lei.

"Esta é uma ação estratégica para o atendimento socioeducativo que vai impactar não só os adolescentes, mas os seus familiares, os funcionários, e toda a comunidade socioeducativa", disse a diretora presidente do Iases, Silvana Gallina, na abertura do encontro, realizado no auditório do Espaço Pedagógico do Iases, em Cariacica-Sede.

Segundo o Iases, o objetivo é promover o autoconhecimento religioso e espiritual, tendo como base momentos de reflexão, busca por esperança e fé por meio de debates e encontros voltados para os adolescentes, suas famílias e membros da comunidade socioeducativa, de acordo com os princípios estabelecidos pelo Sistema de Garantia de Direitos e o Estatuto da Criança e do Adolescente (Ecriad).

Sobre a participação da JMN, o Iases ressaltou que a agência missionária " participa ativamente desta elaboração, já realizando efetivamente atendimento pelo menos em uma unidade de internação de adolescentes em cumprimento de medidas sócio educativas- a Metropolitana, no Xurí, em Vila Velha".  

veja também