Joel Engel apresenta projeto humanitário a representantes de governos africanos

O líder do Projeto Daniel esteve na cerimônia de encerramento da Semana da África, na Câmara de Comércio Afro-Brasileira.

fonte: Guiame

Atualizado: Quinta-feira, 30 Maio de 2019 as 12:58

Joel Engel ao lado do embaixador Osmar Chohfi na Câmara de Comércio Árabe-Brasileira. (Foto: Ministério Engel)
Joel Engel ao lado do embaixador Osmar Chohfi na Câmara de Comércio Árabe-Brasileira. (Foto: Ministério Engel)

O Dia da África, comemorado em 25 de maio, resultou em aproximação entre brasileiros e africanos. O potencial do continente foi destacado na terça-feira (28) pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, em São Paulo, na cerimônia de encerramento da Semana da África.

A Câmara de Comércio Afro-Brasileira (Afrochamber) atua em 10 países da Liga Árabe na África. A Liga compreende 22 países, como o Egito, que apoiou o evento através do Escritório Econômico e Comercial do Egito em São Paulo.

A convite da Embaixada do Egito, o líder do Projeto Daniel, Joel Engel, também esteve presente na cerimônia para se aproximar dos representantes de governos africanos.

Entre eles estavam o cônsul egípcio, Mohamed Elkhatib, o presidente da Afrochamber, Rui Mucaje, o vice-presidente de Relações Internacionais da Câmara Árabe, embaixador Osmar Chohfi, o cônsul-geral dos Emirados Árabes Unidos em São Paulo, Ibrahim Salem Alalawi e representantes de países como Namíbia, Gabão e Lituânia.

Segundo a assessoria de Joel Engel, ele apresentou o trabalho humanitário desenvolvido com crianças em estado de orfandade através do Projeto Daniel na África. Os representantes africanos manifestaram apoio à iniciativa brasileira, que tem atendido necessidades básicas de comunidades africanas carentes.


Joel Engel e Rui Mucaje, presidente da Afrochamber. (Foto: Ministério Engel)

“Eu estou muito feliz pela oportunidade de estar conectado aos oficiais das nações africanas, que puderam conhecer melhor nosso projeto humanitário. Com essa aproximação, podemos fortalecer os laços econômicos e sociais entre os países”, destacou Joel Engel.

Segundo a Agência de Notícias Brasil-Árabe (ANBA), Chohfi destacou a importância do evento devido aos “vínculos íntimos” entre Brasil e África. “A maioria da população brasileira tem origem africana. Além destes vínculos humanos, o Brasil conseguiu desenvolver nas últimas décadas com a África uma relação de grande proveito mútuo. O comércio e cooperação econômica e técnica com a África é significativa na política externa brasileira tradicionalmente”, pontuou o embaixador.

O cônsul Elkhatib afirmou que a Semana fomentou oportunidades para a África nas áreas de turismo, economia e investimentos. “Há muitas coisas entre a África e o Brasil e por isso é necessário celebrar o Dia da África. Para mim especialmente, porque o Egito está na presidência da União Africana. A Câmara Árabe representa 22 países, incluindo todos os países árabes na África, como o Egito. Temos uma parceria grande entre o Escritório do Egito e a Câmara e agradecemos a Câmara pela colaboração e o convite para fazer o encerramento da Semana da África”, concluiu Elkhatib.


Joel Engel e o cônsul egípcio Mohamed Elkhatib. (Foto: Ministério Engel)

 

veja também