Jovem argelino é expulso do Exército por ter livros cristãos

Jovem é expulso do Exército por ter livros cristãos

Atualizado: Segunda-feira, 11 Março de 2013 as 10:06

 

bíbliaEm 2011, Sadek, morador de Tizi N'Berber, na Argélia, entrou para o Exército.
 
Feliz por realizar um sonho, o jovem cristão vivia bem no que fazia. “Esse era o meu sonho de infância, e no início, não tive problemas com ninguém, eu nem havia, sequer, mencionado a minha fé.”
 
No entanto, tudo mudou quando seu companheiro de quarto encontrou uma Bíblia e outros livros cristãos entre os pertences de Sadek. "Ele queixou-se aos nossos superiores", contou o jovem.
 
Convocado por seu coronel, Sadek foi expulso sem explicações e indiciado comparecer em um tribunal militar de Constantino.
 
"Eu não entendi o que aconteceu comigo. Eu nunca disse a ninguém sobre a minha fé cristã dentro do quartel e os livros eram para o meu uso pessoal”, argumentou.
 
Por ter livros cristãos, Sadek foi condenado a 10 anos de prisão e ao pagamento de uma multa alta.
 
"Felizmente, Deus usou um funcionário, que estava no tribunal militar, para me livrar dessa decisão. Este homem, um coronel, e também um nativo da região de Béjaïa, esteve envolvido na manipulação do meu caso. Ele convenceu o tribunal a encerrar a ação judicial contra mim”, comemora.
 
O caso de Sadek mostra a realidade da perseguição sofrida na Argélia.
 
 
com informações do Portas Abertas
 

veja também