Jovens realizam primeira distribuição do livro A Grande Esperança

Jovens realizam primeira distribuição do livro A Grande Esperança

Atualizado: Terça-feira, 19 Julho de 2011 as 2:29

Aconteceu no Instituto Adventista Paranaense (IAP), de 16 a 18 de julho, o encontro de filhos de pastores das Igrejas Adventistas na região sul do Brasil. Intitulado “Identificados pelo Pai”, o evento reuniu 145 jovens com idade inicial de 12 anos. O palestrante oficial do evento foi o pastor Rafael Santos, líder de jovens adventistas para o Estado de Santa Catarina. Ele falou sobre consagração de maneira atraente e descontraída.

  “Estamos felizes em receber este grupo tão especial aqui. A ideia principal do encontro é mostrar a cada jovem presente, que além de eles serem identificados pelo pai deles, que é o pastor, eles precisam ser identificados pelo Pai celestial. Que ele possa ser identificado pelo Pai do céu onde estiver, porque somos identificados como cristãos pelo mundo também”, afirma o pastor Rafael.

A jovem Shaiana Gabriela Duarte, de 17 anos, veio da Argentina para participar do evento. Para ela o encontro ajudou a se identificar com Jesus. “Nós estamos vivendo uma época de escolhas e de encontrar a nossa identidade. O encontro ajudou a me identificar com Jesus e Ele mostrou quem realmente sou: uma filha de Deus”, garantiu a jovem.

O programa foi intenso e com diversas atividades. Pôr de sol especial, dinâmicas, encenações, fogo do conselho, jantar temático (preto e branco) e distribuição de livros. No sábado à tarde, os participantes foram até a cidade de Floresta, quase 15 quilômetros do colégio, para entregar o livro missionário “A grande Esperança”.

Aproximadamente 1.700 casas foram alcançadas por mais de 60 duplas, formadas pelos filhos de obreiros da USB. Com sorriso nos lábios, os jovens saíram para fazer a diferença na vida do semelhante. “Esta provavelmente é a primeira distribuição organizada do livro evangelístico nos oito países da América do Sul”, afirmou o pastor Antônio Moreira, organizador do evento e líder ministerial da USB.

No decorrer do programa, a geração de filhos de obreiros foi desafiada a se consagrar a Deus. Através de momentos de reflexão e oração, os participantes foram tocados pelo Espirito Santo. “Para um verdadeiro reavivamento acontecer na vida da igreja. Ele primeiro precisa acontecer na vida do pastor e na família do pastor. Hoje, estamos incentivando os filhos de obreiros a uma reforma espiritual”, esclareceu o pastor Rafael.

O jovem Denis Bravo, de 17 anos, achou interessante a estratégia de chamar os jovens ao reavivamento. “Eu gostei bastante, porque o programa não seguiu aquela mesmice. Hoje, nós somos mais que intimados, somos escolhidos por Deus. Acredito que não nascemos na família ministerial por acaso, Deus tem um propósito na nossa vida, Ele nos chama”, afirmou.

veja também