Líder de igreja evangélica é liberto da prisão no Irã

Líder de igreja evangélica é liberto da prisão no Irã

Atualizado: Terça-feira, 11 Fevereiro de 2014 as 2:06

AlijaniEm 23 de dezembro de 2011, Davoud Alijani, um líder das Assembleias de Deus em Ahwaz - Irã, foi preso após autoridades iranianas invadirem um culto cristão e prenderem a todos, inclusive crianças. A maior parte do grupo foi liberto, mas Alijani foi transferido para um centro de detenção para interrogatórios junto com o pastor da igreja, Farhad Sabokrouh, a esposa do pastor, Shahnaz Jayzan, e Naser Zamen-Dezfuli, outro líder da igreja.
 
Os três líderes, Alijani, Pr. Farhad Sabokrouh e Naser Zamen-Dezfuli, ficaram detidos até fevereiro de 2012 e liberados temporariamente em seguida.
 
Em outubro de 2012, os quatro cristãos foram sentenciados a um ano de prisão por conversão ao cristianismo e propagação contra a República Islâmica através do evangelismo. Eles foram convocados à corte em maio de 2013, onde foram presos e enviados à prisão para cumprir suas sentenças.
 
Em dezembro de 2013, com a sentença quase completa, o Pr. Farhad Sabokrouh e Naser Zamen-Dezfuli foram libertados da prisão, e Shahnaz Jayzan foi libertada em 28 de janeiro.
 
Neste mês, feveiro de 2014, foi a vez de Alijani ser liberado, 20 dias antes do término da sentença.
 
Sobre o tempo que passou na prisão, Alijani disse: "A angústia mental te afeta psicologicamente, mesmo que você não tenha sido torturado. Quando minha família veio me visitar, disseram que podiam ver a angústia escrita em meu rosto. Cada vez que ficava doente, eu ia à enfermaria da prisão, cuidada por detentos, e eles só me davam analgésicos. Os guardas tentavam me fazer negar minha fé regularmente".
 
 
com informações da Portas Abertas
 

veja também