Líderes cristãos são atacados por querer seus direitos

Líderes cristãos são atacados por querer seus direitos

Atualizado: Terça-feira, 13 Setembro de 2011 as 11:45

Uma freira católica e um padre foram violentamente atacados, quando tentavam obter de volta as duas propriedades de sua Igreja, que foram retiradas deles de modo ilegítimo e dadas a outros.

A última propriedade havia sido apreendida em Kungding, na província sudoeste de Sinchuan . Fontes locais disseram que a irmã Xie Yuming sofreu ferimentos na cabeça e no peito, por isso está no hospital. Padre Huang Yusong sofreu apenas ferimentos leves. Os dois foram atacados por uma dúzia de desconhecidos no último sábado.

Os dois líderes cristãos estavam tentando fazer valer os direitos das Igrejas sobre as duas propriedades confiscadas, que, formalmente, pertencem à diocese de Kangding. As propriedades estão entre inúmeros imóveis confiscados desde 1950.

Fontes disseram que o ataque contra os religiosos provocou grande indignação entre os fiéis locais, que se reuniram em um protesto em frente ao terreno da igreja, prometendo defender seus direitos.

A devolução das propriedades da Igreja que foram apreendidas pelo Estado após a chegada do modelo de governo de Mao Tse Tung é uma questão bem espinhosa. Em várias ocasiões, o governo central disse que elas deveriam ser devolvidas aos seus legítimos proprietários, mas alguns órgãos do governo se opuseram a essa decisão.

Em 2005, 16 freiras foram agredidas em Xian, quando tentavam receber de volta o terreno de uma de suas escolas. No mesmo ano, dezenas de padres receberam o mesmo tratamento na cidade de Tianjin.

Tradução: Portas Abertas

veja também