Metodistas discutem proposta para o Plano Nacional Missionário

Metodistas discutem proposta para o Plano Nacional Missionário

Atualizado: Segunda-feira, 11 Julho de 2011 as 12:51

A proposta de texto para o Plano Nacional Missionário do próximo período eclesiástico da Igreja Metodista foi apresentada hoje, 10, no Concílio Geral em Brasília. A exposição foi feita pelo Bispo Adriel de Souza Maia, da 3ª Região Eclesiástica. Neste momento, as delegações estão reunidas discutindo o texto visando a aprovação do documento.

A análise do Plano Nacional Missionário é umas das prioridades do Concílio. Em sua fala, o Bispo Adriel ressaltou: "Não estamos aqui no Concílio por causa da burocracia, estamos aqui por causa da missão". O documento é referência para as ações da Igreja Metodista.

O texto do Plano Nacional Missionário apresentado lista alguns fundamentos norteadores e prioridades:

• Estimular o zelo evangelizador na vida de cada metodista, de cada igreja local; • Capacitar e desenvolver o ministério pastoral de modo a cuidar da Palavra, da formação, da unidade e conexidade na Igreja Metodista; • Valorizar a presença e o papel dos ministérios de leigos e leigas nos vários aspectos da missão; • Promover o discipulado na perspectiva da salvação, santificação e serviço; • Missão, Igreja e Meio ambiente; • Missão, Igreja e o clamor do desafio urbano;

O Bispo Adriel focou também que a Igreja, em função do seu chamado divino, deve ser sempre missionária. No texto apresentado diz: O fundamento da missão é a obra reconciliadora de Jesus. Por isso, colocar esta ênfase como prioridade absoluta significa reafirmar que somente a missão justifica a presença da igreja no mundo.

Está sendo discutido entre as delegações o tema que será trabalhado no próximo período eclesiástico. A proposta do Colégio Episcopal é que seja mantido como pano de fundo o tema que  tem fomentado a caminhada da igreja nos últimos anos:

"Igreja - comunidade Missionária a Serviço do Povo"    

veja também