Ministério cristão evangeliza e leva ajuda às mães afegãs

Ministério cristão evangeliza e leva ajuda às mães afegãs

Atualizado: Segunda-feira, 9 Maio de 2011 as 9:29

Em um estudo recente divulgado pela Save the Children, o Afeganistão foi classificado como o pior país para ser mãe. A Associated Press informou que, no estudo entre os 164 melhores países para as mães, o Afeganistão ficou em último lugar. Noruega foi considerado o melhor local para a maternidade. Os EUA entrou na 31 ª posição.

O estudo foi baseado em várias estatísticas, incluindo a taxa de mortalidade infantil e a expectativa de vida. Na Noruega, as mulheres são esperadas para viver até cerca de 83 anos de idade, e a taxa de mortalidade de crianças menores de cinco anos é de um em 175.

Afeganistão, por outro lado, as têm uma expectativa de vida baixa, de 45 anos. Uma em cada 11 mulheres morre no parto, e uma em cada cinco crianças não viverá para seu 5º aniversário.

As mulheres são notoriamente negligenciadas no Afeganistão, e as estatísticas inflexivelmente afirmam essa realidade.

O Ministério cristão CURE Internacional tem visto isso em primeira mão. Em 2005, a organização aceitou um convite do Ministério afegão de Saúde Pública para assumir o controle de um hospital parcialmente restaurado e um ambulatório nas proximidades de Cabul. Até o final desse primeiro ano, ambas as instalações foram totalmente postas em operação e atendem a mais de 8 mil pacientes pacientes por mês. O hospital de Cabul é visto como uma importante oportunidade para as mulheres e receberem os cuidados maternos em todo o território do Afeganistão.

Os programas de CURE incluem obstetrícia e ginecologia, patologia, cirurgia ortopédica, cirurgia geral, cirurgia plástica e clínica geral. Para as gestantes, é um refúgio onde podem entregar seus filhos com segurança.  Elas também têm um lugar para colocar seus filhos quando eles nascem com deficiência.

CURE aproveita a oportunidade para levar às mulheres do Afeganistão negligenciadas a mensagem que elas são dignas da imagem de filhas de Deus. Eles criaram uma oportunidade única de evangelizar.

veja também