Ministério estudantil e missões: grandes desafios

Ministério estudantil e missões: grandes desafios

Atualizado: Sexta-feira, 20 Maio de 2011 as 2:35

Como a maioria dos cursos universitários duram entre 3 - 5 anos, a população de estudantes muda rapidamente! Este fato apresenta uma grande oportunidade para IFES e seus movimentos filiados, pois poderemos treinar milhares de líderes estudantis que irão impactar a universidade, a igreja e a sociedade nos próximos anos.

No meio de um ambiente de mudanças constantes é bom celebrar a dedicação de longos anos de um obreiro como Ziel Machado, secretário regional da IFES (International Fellowship Evangelical Students) para América Latina. Ziel está celebrando mais de 30 anos de envolvimento com o ministério estudantil. Nós tivemos a oportunidade de estar com Ziel e ouvir sobre algumas lições que ele aprendeu neste tempo.

Nos conte como tudo começou.

1980 foi meu primeiro ano como obreiro de tempo parcial na ABUB, movimento da IFES no Brasil, trabalhando com estudantes do ensino médio na cidade do Rio de Janeiro e Niterói.

Eu tinha 19 anos e estava em meu primeiro ano na Universidade. A decisão de aceitar o convite para trabalhar foi, em parte, resultado de minha experiência pessoal. Enquanto estava na universidade, eu recebi muita ajuda e suporte para meu grupo de estudos bíblicos; isto me ajudou a "sobreviver" como um cristão, e ajudou-me a compreender e a compartilhar minha fé. Então, minha primeira motivação foi ajudar os estudantes, assim como eu fui ajudado, para que eles crescessem na fé e fossem capazes de testemunhá-la e explicá-la.

Quais lições você tem apredido ao longo de 30 anos de ministério estudantil? Nos conte algumas delas.

É muito parecido com uma corrida em uma maratona "completa" (cerca de 42km). Primeiro você precisa ter a clareza de seu objetivo, de seu chamado. Em uma maratona, normalmente tenho uma estratégia para os primeiros 5 km, então para 10 km, 20 km, 30 km... e aí por diante. Eu tenho um plano especial para os últimos 5 km, com o objetivo de completar a corrida. É o mesmo com o ministério; é importante para mim ter consciência de que há diferentes fases, e revisar cada etapa com suas necessidades específicas e desafios. Na IFES eu tenho encontrado muitos bons mentores que me ajudam em cada etapa do ministério, pelo suporte, oração e conselhos, me ajudaram a revisar meu compromisso a longo prazo.

O que o mantém caminhando?

Anos atrás eu fiz esta mesma pergunta para um dos nossos obreiros pioneiros na América Latina, Bob Young. Ele me respondeu o seguinte: "Eu ainda tenho a mesma visão, eu ainda tenho a mesma paixão, eu ainda tenho o mesmo sonho. Eu acho que isto é muito verdadeiro para mim". Também, pela graça de Deus, eu tenho tido o privilégio de ver vidas de estudantes sendo transformadas pelo poder do evangelho, e isto tem me daddo grande alegria. Deus é bom, misericordioso e fiel; esta é a base para meu encorajamento.

Há desafios, claro, e para explicar os desafios dos próximos anos que vem, eu usaria novamente a metáfora da maratona.  Uma vez alcançados os 30 km em meu ministério, é preciso pensar novamente, rever minha estratégia, renovar meu senso de chamado e da direção de Deus para os próximos anos que virão. Seriam valiosas as orações de vocês para isto!

Dê graças a Deus por Ziel, e muitos outros que dedicam anos de suas vidas para servir e ver o evangelho "enraizar" na vida de estudantes no mundo todo. Ore pelos movimentos da IFES na América Latina, por discernimento e sabedoria, enquanto planejam os anos que virão. Ore também para que os jovens líderes estudantis considerem servir os movimentos da IFES, e por aqueles outros que estão preparando para o ministério de tempo integral.

Obrigada por suas orações,

Por Penny Vinden

veja também