Missão Calebe deverá ser adotada em outras regiões do mundo

Missão Calebe deverá ser adotada em outras regiões do mundo

Atualizado: Terça-feira, 5 Abril de 2011 as 11:47

O projeto Missão Calebe, de estímulo ao evangelismo jovem, deve ultrapassar as fronteiras da América do Sul nos próximos anos. É o que informa o pastor Areli Barbosa, líder de Ministério Jovem da sede sul-americana adventista que participa de evento nos Estados Unidos com outros líderes da área.

Conforme Barbosa, a sede mundial adventista está empolgada com o projeto e pretende incentivar que outras regiões do mundo adotem o mesmo princípio. Regiões administrativas da América Central, América do Norte, Austrália e outras já demonstram interesse em ter as primeiras iniciativas do Calebe além-mar, segundo afirmou na reunião o líder mundial dos jovens adventistas, pastor Gilbert Cangy.

Hoje, em oito países sul-americanos, o Missão Calebe envolve 43 mil jovens que doam parte de suas férias, nos meses de janeiro e julho, para evangelizar cidades, bairros ou localidades geralmente sem presença adventista. Além de colaborar com a pregação de mensagens bíblicas, atuam na área comunitária. No Nordeste do Brasil, onde o projeto começou, já são 12 mil e 500 jovens motivados para falar de sua fé de maneira diferenciada. Na região de Trujillo, no Peru, recentemente nove mil “calebes” foram reunidos. “É o tipo de projeto que dá sentido à juventude dentro da missão de disseminar os ensinamentos bíblicos. Ficamos felizes com esta expansão, pois Deus tem um grande plano para os jovens”, comenta o pastor Barbosa.

veja também