Missionários da JMN sentem o desfaio na evangelização de árabes

Missionários da JMN sentem o desfaio na evangelização de árabes

Atualizado: Segunda-feira, 10 Agosto de 2009 as 12

A primeira Trans, organização missionária da JMN - Junta de Missões Nacionais -, realizada no bairro do Brás, em São Paulo (SP), alavancou o trabalho de evangelização entre os árabes da localidade.

Dentre as experiências que marcaram o período do projeto, destaca-se a de um muçulmano, dono de um estabelecimento comercial, que estava lendo a Bíblia, tentando compreendê-la. Nesse momento, foi abordado pelo missionário Khaled, que contou a ele a história de Felipe e o eunuco, perguntando se ele entendia o que estava lendo. A partir desse contato, abriu-se uma porta para uma nova visita com fim evangelístico.

Outra experiência que demonstra a intensidade do desafio de evangelização de árabes foi a abordagem feita a uma muçulmana. Hanan, missionária da JMN, após uma breve conversa, a presenteou com uma Bíblia. Após se despedirem, a mesma bíblia foi encontrada numa lixeira por outra equipe da Trans. "Estou contando isso com o meu coração apertado, pois fiquei muito triste... ela jogou fora a chance de conhecê-Lo (Cristo). Eu oro para que Deus continue dando oportunidades para essa mulher saber quem é Jesus".

"Que essas experiências possam despertar a igreja em relação a esse povo. Não podemos ficar passivos... Precisamos avançar queridos! O islã está avançando rapidamente no Brasil", completou a missionária.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também