Missionários fazem a diferença no tratamento a ex-dependentes químicos

Missionários fazem a diferença no tratamento a ex-dependentes químicos

Atualizado: Quinta-feira, 15 Dezembro de 2011 as 2:07

As comunidades terapêuticas de Missões Nacionais em seus métodos de tratamento buscam não apenas libertar seus residentes das drogas, mas desenvolver as potencialidades dos mesmos através de atividades que estimulam o conhecimento. Em Senador Canedo (GO), na CT Águas de Meribá, essas atividades tem as mãos de muitos voluntários. São pessoas que doam parte de si aos que precisam.

Maiara Magrino já é bastante conhecida na CT Águas de Meribá. Semanalmente ela se reúne com as internas da instituição para uma discussão saudável sobre temas relacionados à saúde da mulher. "Este projeto está em fase de aprimoramento e adaptação, ou seja, como é o primeiro grupo de mulheres, ainda estou elaborando uma grade de temas de interesse. Essa grade será repetida a cada grupo de mulheres que passarem a residir na CT", explicou a enfermeira.

A opinião das residentes é importante para o estabelecimento da confiança, como explica Maiara: "Os temas que foram discutidos até o momento são escolhidos de acordo com a necessidade das mulheres e em conjunto com as mesmas. Isso resulta em uma boa aceitação". Entre os assuntos abordados, estão: câncer do cólo do útero, câncer de mama, DSts, drogas e seus efeitos, entre outros.

Além da ajuda de profissionais voluntários, a CT recebe irmãos de igrejas próximas que desejam cooperar com o projeto, como é o caso da Igreja Batista de Bela Vista, que apoia a CT na implantação de uma sala de informática. Alguns computadores já foram doados, mais ainda faltam alguns móveis e outros detalhes na instalação das máquinas.

Você também pode escrever sua história em missões. Nosso desejo é tê-lo como nosso parceiro, seja em projetos de ordem social, mobilizações evangelísticas ou projetos de plantação de igrejas. São muitas as opções para voluntários.    

veja também