Missionários levam água e vida aos sedentos da China

Missionários levam água e vida aos sedentos da China

Atualizado: Sexta-feira, 8 Abril de 2011 as 3:16

Em visita ao Brasil para promoção missionária nas igrejas, além de gozar de um período de descanso e tratamento de saúde, o casal de obreiros de Missões Mundiais na China Dawei e Mali falou um pouco sobre a experiência de levar a graça do Pai, de forma estratégica, a uma região cujo número de muçulmanos chega a 70% da população.

Dawei e Mali estão naquele país asiático como missionários da JMM desde 2008. Entretanto, o amor de ambos por aquele campo começou em 2005, quando participaram de uma viagem com líderes batistas, entre eles o pastor Waldemiro Tymchak, para sondar a terra e estabelecer contatos. Um ano depois Dawei foi convidado por um missionário canadense para dar treinamentos (ele é doutor em Engenharia) visando a instalação de equipamentos para purificação de água em uma das regiões da China onde a qualidade da água é muito ruim. Através desse trabalho eles conseguiram abrir portas, e hoje os missionários veem a oportunidade como um ministério de evangelização para anunciar a salvação em Cristo aos sedentos.

Com uma grande diversidade étnica e de dialetos, e com infraestrutura precária, a região onde vivem os missionários é considerada um desafio. O objetivo dos missionários é mapear todas as vilas e levar o Evangelho a lugares de difícil acesso. Para isso, eles investem nos projetos de perfuração de poços e no treinamento e capacitação de obreiros locais. O projeto é reconhecido e tem o apoio do Governo chinês.

Os missionários tentam amenizar um grande problema da região, que é a falta de água causada por longos períodos de seca, através da abertura de poços. Eles já receberam a doação de um equipamento manual de perfuração. Dawei acredita que “há salvação ao redor do poço”, assim como houve para a mulher samaritana que recebeu a Água da Vida oferecida pelo próprio Senhor Jesus (João 4).

Na capacitação de obreiros locais o trabalho já começa dar frutos. Uma jovem foi evangelizar numa vila na montanha e foi desafiada pelo líder local que, em tom de ironia, disse que ela só poderia permanecer por lá caso o “seu” Deus fizesse chover naquela região castigada pela seca. A moça não pensou duas vezes e orou, pedindo que Deus mandasse a chuva que melhoraria as condições de vida daquela comunidade. O Senhor mais uma vez manifestou o seu poder e a chuva caiu no mesmo dia. A jovem ganhou a confiança da população e hoje tem liberdade para evangelizar, inclusive oferecendo discipulado a duas ex-muçulmanas convertidas ao cristianismo.

Você pode ajudar a levar a Água da Vida aos sedentos da China por meio de suas ofertas e orações, participando da Campanha de Missões Mundiais em sua igreja. Pode também adotar o projeto “Água para os Sedentos”. Informe-se pelos telefones (21) 2122-1910 ou 0800 709 1900  

veja também