Missionários pregam o Evangelho em meio a escombros, após novo ciclone em Moçambique

O ciclone Kenneth causou ao menos 41 mortes em Moçambique. Bombeiros brasileiros estão auxiliando o país no processo de buscas e reconstrução.

fonte: Guiame

Atualizado: Terça-feira, 7 Maio de 2019 as 10:01

Missionários se reuniram com moradores de Macomia, em Cabo Delgado, para orar e levar ajuda. (Foto: Iris Global)
Missionários se reuniram com moradores de Macomia, em Cabo Delgado, para orar e levar ajuda. (Foto: Iris Global)

Milhares de pessoas foram afetadas pelo ciclone Kenneth, que devastou o norte de Moçambique. A ilha de Ibo, no arquipélago de Quirimbas, foi uma das mais atingidas — cerca de 90% das residências foram destruídas, segundo a ONU.

O ciclone, que atingiu a região em 25 de abril, causou pelo menos 41 mortes e destruiu cerca de 35 mil casas, 200 salas de aula e 14 unidades de saúde. Mais de 168 mil pessoas foram afetadas pela passagem das tempestades.

“As consequências do ciclone Kenneth em Pemba são piores do que podíamos esperar. A chuva torrencial contínua, dia após dia, arruinou os barracos simples de milhares de pessoas”, disse Rolland Baker, co-fundador da organização missionária Iris Global, em um post no Facebook.

“O esgoto está se espalhando. A água da cidade está imunda. As pessoas estão sem comida e água limpa, e mal conseguem dormir. As estradas  estão inundadas e lamacentas. Maior parte da comunicação está inativa”, acrescentou Baker.

Em meio ao caos, a Iris Global está promovendo alívio físico e espiritual para as vítimas. “Estamos preparando mais de 10 mil sanduíches todos os dias para alimentar as pessoas em abrigos em toda a cidade de Pemba. Nós estamos hospedando 30 membros da Força Nacional do Brasil e oferecendo apoio de casa em casa”, disse a organização.

Dezenas de bombeiros militares de Brumadinho, em Minas Gerais, têm auxiliado agências da ONU e o governo do país no salvamento, buscas e processo de reconstrução. Eles chegaram no país após o ciclone Idai, que causou mais de 650 mortes na nação.


Bombeiros militares de Brumadinho (MG) têm auxiliado Moçambique no salvamento, buscas e processo de reconstrução. (Foto: Iris Global)

A equipe da Iris Global também levou suprimentos para Macomia, uma das vilas mais afetadas pela passagem do ciclone Kenneth em Cabo Delgado.

“A igreja do Iris em Macomia está totalmente achatada, sob uma pilha de escombros, e ainda assim o povo de Deus se reuniu. Todos os membros perderam suas casas, quase 90 famílias no total. Um pequeno grupo da nossa equipe de Pemba hoje conseguiu encorajá-los, adorar e orar juntos, levando um pouco de comida à comunidade”, disse a organização na última quarta-feira (1). Mais de 430 famílias foram apoiadas pela ação.

No sábado (4), missionários foram até a Ilha de Ibo para levar suprimentos e traçar um plano para levar 30 toneladas de comida via barco para as comunidades ao norte.

Os missionários continuam pedindo apoio em oração, acreditando que Jesus é a principal resposta em meio às tragédias. “O próprio Jesus é tudo o que realmente temos nesta vida. Ele é suficiente para nós, que O amamos. Ele sempre será nosso destino e grande recompensa. Por favor, continuem orando conosco por resgates milagrosos, condições mais secas, força para nossa equipe e pessoas deslocadas, e uma profunda compaixão pelas almas”, pede a organização.


Casas do distrito de Macomia, em Moçambique, ficam destruídas após passagem do ciclone Kenneth. (Foto: AFP Photo/OCHA/Saviano Abreu)

veja também