Missionários retornam à República Dominicana

Missionários retornam à República Dominicana

Atualizado: Sexta-feira, 10 Julho de 2009 as 12

A República Dominicana é o mais novo campo missionário dos batistas brasileiros que foi reaberto pela Junta de Missões Mundiais (JMM) neste ano. Para aquele campo retornou, depois de quatro anos, o casal missionário Pr. Jorge e Dulcerly Tejada que trabalhou ali de 2001 a 2005. Atualmente eles se encontram em Bani, na Região Sul do país, onde desejam ganhar muitas vidas para Cristo.

O país faz fronteira com a Cordilheira Central (ao norte), Mar do Caribe (ao sul) e República do Haiti (a oeste). Com mais de 720 mil habitantes, a Região Sul é constituída pelas seguintes províncias: Peravia, Azua, San Juan de la Maguana, Barahona, Pedernales, Independencia, Baoruco e Elias Piña (La Estrelleta) e tem uma área total de 13.180 km2, sendo a mais pobre e desconhecida do país. A única forma que a região tem de sair da pobreza é mediante o desenvolvimento do turismo. Os líderes políticos do país afirmam que nem sequer através da educação poderia acabar com a pobreza naquela região, já que o recurso humano ali preparado não terá oportunidade de incorporar ao mercado produtivo.

Uma matéria sobre drogas, do DNCD (Direção Nacional do Controle de Drogas), informa que no Sul da República Dominicana opera um grupo colombiano que utiliza a região como livre entrada para o tráfego de drogas. Nesta região Sul da República Dominicana esquecida pelos homens, a JMM escutando o pedido dos líderes nacionais tem enviado os missionários para ajudar os dominicanos a alcançar o Sul do país para Cristo, onde se faz necessário uma transformação urgente! Para isso, os evangelistas contam com as orações do povo de Deus, pois aquela região está cheia de práticas e ritos religiosos. Dentre estes estão as práticas do Vodu, uma forte influência do povo haitiano que vive naquela região.

O Sul é um campo de batalha espiritual no qual é preciso da ação agressiva espiritual de muitas orações e intercesores para que as forças do mal sejam neutralizadas e quebrado todo domínio diabólico. Só Jesús Cristo poderá mudar este triste panorama naquela região. O casal de missionários, Pr. Jorge e Dulcerly Tejada, louva a Deus pelo início de um trabalho no vilarejo de El Llano; também três lares abriram suas portas para estudos bíblicos e um trabalho com crianças.

"Chegamos no mês de maio ao país e o Senhor já nos tem colocado grandes desafios. Desejamos, na dependência de Deus, ser usados como Seus instrumentos para que as forças do inimigo sejam neutralizadas em toda aquela região da República Dominicana. Pedimos a todos o crentes, em especial aos batistas cariocas, que participem da grande colheita que o Senhor deseja fazer naquele campo. Vamos, através de nossas adoções financeiras e em oração, ganhar aquela região para Cristo", conclama o missionário Pr. Jorge Tejada.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também