Missionários sobrevivem a forte terremoto no Haiti

Missionários sobrevivem a forte terremoto no Haiti

Atualizado: Quarta-feira, 13 Janeiro de 2010 as 12

O Haiti, um dos países em destaque na Campanha 2010 de Missões Mundiais, foi atingido por um terremoto de magnitude de 7 graus na escala Richter. Várias construções foram destruídas, inclusive o palácio presidencial, os principais prédios ministeriais e vários hospitais. A sede da delegação da ONU também foi atingida. Ainda não há informações oficiais sobre os números de mortos e feridos, mas o Coordenador de Missões Mundiais para as Américas, Pr. Mayrinkellison Wanderley, fez contato com o Pr. Jonathan Joseph e ficou agradecido a Deus por saber que ele, sua família e os obreiros da terra estão bem.

No entanto, é preocupante a situação dessa que já era considerada a nação mais miserável das Américas. Algumas testemunhas ouvidas por agências internacionais disseram que há centenas de vítimas fatais.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva expressou preocupação com a situação dos brasileiros e do povo haitiano e "instruiu para que sejam avaliadas as necessidades para que o Brasil possa apoiar o esforço de ajuda humanitária ao Haiti".

O Brasil lidera uma missão de paz da ONU no Haiti, onde se encontram 1.266 militares, dos quais 250 da engenharia do Exército, conforme números da Defesa.

Países como os Estados Unidos, a França e o Japão já se mobilizaram para ajudar o Haiti neste momento trágico. O forte terremoto atingiu também a República Dominicana, onde não há registro de danos maiores. O porta-voz da Presidência dominicana, Rafael Núñez, disse à televisão local que, de acordo com as informações recebidas, o sismo causou "grandes danos" no vizinho Haiti. Ele convocou hoje os povos latino-americanos e "todo o mundo" a ajudar o Haiti.

O Pr. Mayrinkellison Wanderley conclama todos os crentes brasileiros a intercederem pelo Haiti e, em especial, pelos nossos obreiros da terra para que, mais do que nunca, Deus os guarde e os use neste momento tão difícil.

Ajuda

Missões Mundiais estuda qual a melhor forma de ajudar os haitianos, também, através de ações. As pessoas que desejam colaborar de alguma forma, devem aguardar a divulgação de como isso será possível, já que há normas governamentais a obedecer para que tal ação seja realizada.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também