“Missões não é dar esmola, mas sim ter o coração de Jesus”, diz Gabriela Gomes

Em entrevista ao Guiame, a cantora Gabriela Gomes fala como quer usar a música para despertar os cristãos para o campo missionário na África.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Terça-feira, 16 Julho de 2019 as 2:53

A cantora Gabriela Gomes tem sido movida a não apenas conduzir os cristãos à uma vida de adoração, mas também a olhar para o campo missionário. Em entrevista ao Guiame na ExpoEvangélica, ela conta como seu coração tem se voltado para a África.

“Há algum tempo Deus tem falado comigo sobre a África de diversas formas, especialmente Moçambique. Eu tenho me despertado para missões, principalmente na minha posição de ministra do Senhor e como alguém que Deus tem dado influência, para justamente dar voz às instituições e a igreja de Jesus que está na África e não tem recursos”, disse Gabriela.

Como cantora, Gabriela pretende levar para a África a mensagem do Evangelho através da música. “Quem hoje olha para a África? Qual artista, seja brasileiro ou estrangeiro, olha para a África e diz: eu vou fazer arte para o povo, eu vou me identificar com a cultura e levar música para eles? Eu creio que o tipo de missão que Deus quer fazer através da minha vida lá é 360°”. 

Gabriela se recusa a encarar a população africana como “pobres coitados” por causa de suas necessidades. “Eu olho para a África como uma filha amada do Senhor, como alguém que Deus gerou para ser empoderada. É esse olhar que eu quero ter da África. Alguém que Deus está nos dando o privilégio de colaborar”, afirma.

A cantora também comenta sobre os estereótipos em torno do campo missionário na África: “Eu não falo: Seu vizinho não é convertido e você está querendo ir para a África. Eu acho isso um equívoco, porque eu creio que Deus tem um chamado para a vida de cada um”.

Falando sobre o baixo investimento de muitas igrejas em missões, Gabriela afirma que “uma igreja que não tem compromisso com Deus, que não conhece a Deus e não tem o coração de Deus não vai fazer missões”. 

“A Igreja Brasileira precisa evoluir muito nisso. Porque missões não é dar esmola, missões é ter o coração de Jesus. Enquanto a gente não tiver intimidade e não conhecer o coração de Jesus, não vamos viver missões como deve ser vivida”, observa.

Em fevereiro, Gabriela Gomes lançou o single “O Nome”, com participação de Luma Elpidio. Ela conta que o dueto “surgiu de uma amizade” e que a intenção da música é restaurar a paixão pelo nome de Jesus na Igreja.

“Eu venho percebendo que as pessoas perderam o temor pelo nome de Jesus, pela grandeza e significado poderoso que tem”, avalia Gabriela. “Precisamos ser intencionais em nossa vida com Deus, em nossa paixão por Jesus”.

veja também