Morador de rua se converte após ter sido acolhido

Morador de rua se converte após ter sido acolhido

Atualizado: Terça-feira, 22 Setembro de 2009 as 12

Roberto jantando ao término do cultoAo terminar o culto de abertura do Desperta pelo Brasil em São Paulo, cheguei à porta do templo da 1ª IB de Campinas e observei que havia um rapaz sentado no chão, com um saco cheio de latas e com um olhar curioso para o interior da Igreja. Cheguei perto dele e perguntei seu nome e se gostaria de entrar.

Assustado, ele disse que seu nome era Roberto e que não poderia entrar naquele templo. Apontando para sua roupa, falou que não estava bem vestido. Resolvi sentar ao seu lado e convencê-lo que aquele grande templo é a Casa do Pai Celestial. Perguntei se estava com fome e, ao ver acenar positivamente, levei-o para o interior da Igreja, dando a ele uma farta refeição.

Como vi que estava recolhendo latas de refrigerantes, resolvi procurar em todas as lixeiras do refeitório para ajudá-lo. Após ter se alimentado, chamei-o e falei: ''Agora que você matou a sua fome física, vou lhe servir um alimento que vai saciar a sua fome espiritual''. Apresentei Jesus e, quanto mais falava dEle e seu amor, mais os olhos de  Roberto brilhavam. Ele me interrompeu, com os olhos cheios de lágrimas, e disse: ''Nunca ninguém me tratou com tanto amor, carinho e respeito''. Respondi: ''Fiz o que o meu Jesus faria, amei-o com o mesmo amor que Jesus o amaria''.  Roberto orou e com muita emoção aceitou a Jesus Cristo como o seu salvador pessoal.

Tenho sido marcado em todos os Congressos de Ação Social e Desperta pelo Brasil com moradores de rua, marginalizados que chegam às portas dos templos. Eu lanço a pergunta: Temos observado essas pessoas ao nosso redor, ao redor de nossos Lindos Templos? È tão simples provocar uma festa no Céu, o amor é a resposta!

Por quem você daria a sua vida?

Escrito por Dani Alves Paes - Coordenador do Programa Dentista Cidadão

veja também