Não vou ceder ao plano de Satanás de me deixar com medo, diz cristã perseguida da Malásia

Jovens cristãos da Malásia estão tendo acesso a um curso que visa prepará-los para enfrentar a perseguição religiosa em seu cotidiano.

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Quarta-feira, 27 Março de 2019 as 11:15

Jovens cristãos participam de curso ministrado pela Portas Abertas, na Malásia. (Foto: Portas Abertas)
Jovens cristãos participam de curso ministrado pela Portas Abertas, na Malásia. (Foto: Portas Abertas)

Jovens cristãos da Malásia estão tendo a oportunidade de participar de um curso ministrado por missionários e aprender a lidar com a perseguição religiosa.

Jessica* foi uma das participantes do curso "Permanecendo Firme Através da Tempestade", realizado com o apoio da Missão Portas Abertas recentemente na Malásia.

A adolescente é a segunda filha mais nova da família e contou que já foi pressionada diversas vezes na escola por seus professores para se converter ao islamismo. Porém a garota afirmou que educadamente se negou a cumprir a ordem.

"Eu recusei sorrindo", disse ela.

Ela contou que seu irmão confessava a fé cristã, mas se tornou muçulmano, influenciado pela esposa. O casal chegou a ter um filho, mas a esposa o deixou para casar-se com outro homem. Agora, Jessica está disposta a ajudar seu irmão a se reconciliar com Cristo.

"Vou orar por ele e ser corajosa para compartilhar sobre Jesus com ele", afirmou.

Jéssica também destacou que entende que as pressões que sofre por ser cristã têm uma raiz também no plano sobrenatural, mas não quer se intimidar por isso.

"Não quero ceder ao plano de Satanás de me deixar com medo. Entendo que Deus tem um plano para mim e minha família", explicou.

Contexto

A equipe da Missão Portas Abertas na Malásia também ouviu o relato de um evangelista que tem se empenhado em falar sobre Jesus e alcançar uma determinada região do país para Cristo. Porém já teve que se mudar diversas vezes, porque extremistas o atacam e vandalizam sua casa.

"Exemplos como esses pode dar uma ideia de como é realidade dos cristãos perseguidos da Malásia. Eles precisam de sua oração para perseverar nesse contexto", alertou a Missão Portas Abertas em uma publicação.

*Nome alterado por motivo de segurança.

veja também