Índia: À espera do avivamento

Índia: À espera do avivamento

Atualizado: Quinta-feira, 19 Março de 2009 as 12

A Índia é o segundo país mais populoso do mundo, com mais de 1,2 bilhão de habitantes. A maioria professa o hunduísmo, religião que possui milhões de deuses. Outras religiões, como o islamismo, também têm milhões de seguidores. Os cristãos somam pouco mais de 6%.

Desenvolvimento e pobreza extrema, religiosidade e um sistema cultural complexo fazem da Índia é um dos maiores desafios missionários da atualidade.

Projeto Bharat

Através do Projeto Bharat (palavra que significa "União dos Povos") serão organizadas comunidades cristãs em três regiões de Nova Délhi: na parte norte, entre os muçulmanos, e nas áreas leste e oeste, entre os hindus.

Além de Nova Délhi, o Projeto Bharat também alcançará Uttar Pradesh, o Estado mais populoso da Índia (cerca de 160 milhões de habitantes). Alí, apenas 22 mil (ou 0,0014% da população) são cristãos. Uttar Pradesh é o berço do hinduísmo.

O objetivo do Projeto Bharat é evangelizar hindus e muçulmanos em Nova Délhi e Uttar Pradesh, e dali avançar para outras regiões.

Necessidades do Projeto Bharat

Ampliação do número de obreiros na Índia

Atualmente, o projeto apóia pouco mais de 20 missionários da terra (que são do próprio país). Eles não conseguem suprir a necessidade de evangelizar áreas com grandes populações. É urgente a preparação de mais obreiros para o trabalho. Eles precisam de apoio (sustento) para suas famílias, saúde e transporte;

Custo de cada obreiro (mensal): R$ 264 Mais biciclistas

A bicicleta é um dos principais meios de locomoção na Índia. Entretanto, muitos obreiros ainda não têm e outros necessitam urgentemente trocar as suas velhas bicicletas por outras novas.

Custo de cada bicicleta: R$ 180 Preparação de líderes

É preciso investir no preparo de obreiros e periodicamente reuni-los em locais ondem possam ser treinados. Há muita necessidade de livros de Teologia.

Custo de preparação de cada obreiro: R$ 120 (inclui cada kit de livros).

  Bíblias para novos convertidos

As novas comunidades cristãs necessitam de bíblias para os novos convertidos. Para os padrões indianos uma bíblia custa muito caro (R$ 24 cada ) e nem todos podem comprar.

  Mais intercessores

As lutas para anunciar Cristo aos indianos são grandes. É preciso que um exército de intercessores se levante para apoiar espiritualmente os obreiros na Índia. Cristo para os hindus populares

No norte da Índia, onde vivem cerca de 400 milhões de pessoas, existe um enorme grupo, adepto de uma corrente do hinduísmo, ainda não-alcançado: são os hindus populares.

Os missionários das igrejas da Convenção Batista Brasileira (CBB), por meio de Missões Mundiais, estão atuando no Norte da Índia desde 1994. Foram plantadas 30 novas comunidades cristãs (igrejas domésticas) entre os vários grupos étnicos locais.

Atualmente, cerca de mil pessoas, a maioria ex-hinduístas, participam das reuniões.

Para apoioar o trabalho dos missionários, a Junta de Missões Mundiais (JMM) firmou uma parceria com a Associação Batista Jeevan Jyoti ("Vida e Luz"). A meta é a plantação de 25 novas fentes missionárias e a construção de um Centro de Desenvolvimento Comunitário para atender às necessidades da população local e apoiar os convertidos (que são fortemente perseguidos).

O objetivo da parceria é a expansão da obra missionária entre os hindus dessa região da Índia, anunciando a salvação em Cristo de forma estratégica e preparando os obreiros nacionais para o ministério missionário.

Necessidades do Projeto Hindus Populares

Construção de prédio administrativo e educacional (já possui terreno); Compra de um veículo para transporte de pessoas e cargas; Compra de terrenos construção de sete das 30 igrejas já existentes; Treinamento dos missionários nacionais; Hospedagem de equipes de voluntários para auxiliar nos projetos. Para mais informações ligue para:

2122-1901 (de cidades com DDD 21)

0800 709 1900 (das demais localidades)

E-mail: [email protected] endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo

veja também