Índia: Ex-muçulmanos são atacados e recebem ameaças de morte

Índia: Ex-muçulmanos são atacados e recebem ameaças de morte

Atualizado: Terça-feira, 12 Janeiro de 2010 as 12

A agência de notícias International Christian Concern informou que, no dia 18 de dezembro de 2009, muçulmanos fanáticos em Nutangram, Bengala Ocidental, atacaram os cristãos que haviam se convertido do islamismo e ameaçaram queimá-los vivos se não voltasse para sua religião anterior.

Os fanáticos agrediram verbalmente os membros do Khoda-E- Jamat Ibadat Khana (Centro de adoração/ Igreja para ex-muçulmanos) e também ameaçaram incendiar suas casas.

Os muçulmanos também organizaram um boicote social contra os cristãos, e forçaram todos os comerciantes da região a não vender nada para os cristãos e não permitir que eles tivessem acesso à água. Eles também disseram para que os familiares muçulmanos não permitissem que os parentes cristãos usassem o banheiro.

No dia 19 de dezembro, os cristãos registraram uma queixa na delegacia de Nurshidabad. Quando visitaram o local, viram que eles falavam a verdade.

Uma fonte afirma: ''O último ataque deixou os 100 membros da igreja abalados''. Depois que a polícia conversou com os agressores e os alertou a não perturbarem novamente os cristãos, a região ficou em paz novamente.

Ore pelos ex-muçulmanos que se converteram ao cristianismo. A perseguição a eles ainda é mais intensa que o comum.

veja também