Índia: Pastor e evangelista são acusados de forçar conversões

Índia: Pastor e evangelista são acusados de forçar conversões

Atualizado: Terça-feira, 13 Outubro de 2009 as 12

Um pastor indiano e um evangelista foram presos pelo Estado de Karnataka depois que um grupo de radicais hindus se queixaram na polícia sobre ''atividades de conversão forçada'', aparentemente realizadas pelos dois cristãos.

As prisões aconteceram no vilarejo de Gowdigere, no distrito de Dharwad, Estado de Karnataka, no sábado, 10 de outubro de 2009.

De acordo com uma notícia publicada no site do Global Council of Indian Christians (GCIC), um grupo de radicais hindus invadiu a casa de uma cristã onde o pastor Ganesh, 28, e o evangelista Chandrakanth, 18, realizavam uma visita de oração, a pedido da própria irmã.

A notícia relata que, por volta das 9h, assim que as orações acabaram, 30 radicais hindus e alguns moradores do vilarejo invadiram a casa da cristã e acusaram o pastor e o evangelista de realizar ''atividades de conversão forçada''.

Os radicais hindus interrogaram os dois cristãos sobre a soma em dinheiro que eles pagavam para uma pessoa se ela se convertesse ao cristianismo.

Então, os radicais levaram o pastor Ganesh e o jovem evangelista para o templo do vilarejo e os prenderam lá. Agora eles estão detidos na delegacia.

veja também