O programa é uma série jovem e divertida que trata os problemas sociais de São Tomé à luz da Bíblia

Missionária brasileira dirige série evangelística na África

Atualizado: Sexta-feira, 3 Fevereiro de 2012 as 10:40

Estreiou no mês de janeiro na televisão de São Tomé e Príncipe o seriado “Reviravolta”, dirigido pela missionária Renata Santos deOliveira, da JMM. O programa é uma série jovem e divertida que trata os problemas sociais de São Tomé à luz da Bíblia.


“Quando divulgamos a ideia, muitos fingiram que não ouviram, outros diziam que era quase impossível realizar um projeto tão ousado”, conta a missionária, que lembra que o piloto foi gravado em fevereiro de 2010, e que durante esses dois anos um grande grupo ficou em oração constante ao Senhor pedindo a Deus que o projeto apenas fosse levado adiante se fosse da vontade Dele.


“Muitos irmãos no Brasil e ao redor do mundo se juntaram à equipe missionária em São Tomé e Príncipe, formando assim um grande grupo de intercessão por este projeto, que nasceu primeiramente no coração de Deus”, diz a missionária.
Renata conta que apesar de os batistas estarem presentes há 12 anos no país africano, a maior parte da população ainda não conhece o trabalho da igreja e que, além disso, existem muitos problemas sociais, como Aids, violência doméstica, falta de água, entre outros.


Vendo essa situação, a missionária começou a pensar em uma estratégia para divulgar o Evangelho de Cristo em São Tomé e Príncipe, e, segundo a obreira, “tratar os problemas sociais à luz da Palavra de Deus”.
“Depois de muitas lutas e reuniões, e principalmente joelhos no chão, que, dois anos depois, nós estreamos o ‘Reviravolta’ no único canal de televisão do país”, comemora a missionária. “A estreia foi um sucesso, mesmo tendo sido transmitido às 16h, mas o contrato com televisão é para passar às terças-feiras com reprises aos domingos”, acrescenta.


Renata diz que o canal de televisão percebeu a proporção que o programa tomou em tão pouco tempo, que o diretor da emissora ligou para ela e disse sugeriu a exibição três vezes na semana, às terças-feiras, sábados e domingos, inclusive no horário nobre.


“Deus tem nos abençoado muito. A igreja batista, antes desconhecida, está ajudando a construir uma parte importante desse país, e nome do nosso Deus está sendo glorificado, pois estamos levando Jesus Cristo diretamente para dentro da casa das pessoas, e tudo isso de uma forma que agrada e atrai a atenção da população”, afirma Renata.


A missionária finaliza pedindo oração pelo projeto. “Que o Senhor faça realmente uma ‘Reviravolta’ nesse país”, conclui.

veja também