Obreiro é atacado a caminho da igreja

Obreiro é atacado a caminho da igreja

Atualizado: Segunda-feira, 22 Novembro de 2010 as 10:19

O obreiro da Gospel for Asia, Jethu Monin, foi atacado por anticristãos extremistas enquanto caminhava para a igreja no domingo, dia 14 de novembro. Hoje ele se recupera dos ferimentos.

Jethu serve numa área denominada por pessoas que adoram os deuses e deusas de suas religiões tradicionais.

Os agressores exigiram que o cristão deixasse a região, caso contrário haverá consequências piores. Também o noticiaram de que "não deveria conduzir reuniões cristãs de oração nesta área".

Essa não foi a primeira vez que o obreiro de 25 anos enfrentou perseguição. Quando ele e sua família decidiram seguir Cristo, foram expulsos do povoado onde viviam.

Mas Jethu tem compaixão por seus agressores. Entende seu ponto de vista já que foi um deles. Ele e sua família foram fiéis seguidores desta religião tradicional, até Jethu ouviu sobre o amor do Jesus da Bíblia de um estudante.

Até este momento, ele já estava desencorajado por conta dos muitos problemas de sua vida, que seus deuses e deusas não pareciam se importar.  

Os pais do jovem ficaram chocados ao ver a transformação de seu filho para uma pessoa alegre. Eles logo seguiram os passos de Cristo e isto causou certo alvoroço no povoado.

"Eles tentaram nos converter de volta a ex-religião. Como não puderam mudar nossa decisão de seguir Jesus, nos ameaçaram e expulsaram do povoado", explicou o rapaz. "Neste tempo de tormento, Deus se tornou nossa força e coragem, nos mantém seguro em Suas mãos".

A família seguiu Cristo firmemente desde então e oram para que os agressores conheçam a Cristo.

A igreja de Jethu pede oração por sua cura completa e que esse incidente não cause a ele nenhum desencorajamento.

Tradução: Tatiane Lima

veja também