Oposição à construção de igreja indonésia

Oposição à construção de igreja indonésia

Atualizado: Segunda-feira, 18 Outubro de 2010 as 2:36

 Organizações islâmicas fizeram uma campanha contra a construção da igreja católica Madre Teresa na província de Java Ocidental, onde os líderes cristãos relataram que outras 20 igrejas têm enfrentado a hostilidade muçulmana desde 2009. Os líderes muçulmanos disseram que os planos da construção da igreja Madre Teresa em Cikarang farão dela o maior edifício da igreja na cidade de Bekasi.

Adang Permana, presidente geral do Movimento Islâmico Jovem em Bekasi, disse que os muçulmanos locais se opõem à construção da igreja porque temem que isso torne ali "um centro de cristianização", de acordo com o site islâmico Hidayatullah.com.

H. M. Dahlan, coordenador da União de ações muçulmanas de Bekasi, disse em uma recente coletiva de imprensa que o seu grupo, junto com "todos os muçulmanos, as congregações mesquita, líderes de grupos de mulheres do estudo, as escolas corânicas e fundações de ensino islâmicos firmemente decididas a rejeitar a construção da igreja católica Madre Teresa em Cikarang e solicitam que a Regência Bekasi cancele todos os planos [de construção].

"Os grupos islâmicos também pediram que as autoridades Bekasi reprimam as "igrejas ilegais" que reunem-se em casas e lojas e bloqueie "todas as formas de cristianização" na área.

Segundo um clérigo identificado apenas como Pangestu da igreja Madre Teresa, foi pedido uma licença de construção em 2006 e foram cumpridos todos os requisitos legais, mas o governo Bekasi ainda não deferiu o pedido.

Pangestu declarou que "não há problemas entre a igreja e os vizinhos", já que a paróquia se reune no auditório da escola Trindade.

Tradução: Carla Priscilla Silva

veja também