"Papo de Responsa" restaura vidas na "Cracolândia" (SP)

"Papo de Responsa" restaura vidas na "Cracolândia" (SP)

Atualizado: Sábado, 5 Setembro de 2009 as 12

Todos que passam pela região da Santa Efigênia, Luz, São João e principalmente na Rua Guaianases, têm uma reação de espanto, temor e tristeza, pois a imagem que temos visto nestas regiões é bastante diferente do que a TV mostra. Daqui sentimos a respiração, o suor, o mau cheiro pela falta de banho, as loucuras pelo uso de drogas; daqui vemos como conseguem o dinheiro que financia o tráfico, vemos a impunidade e a corrupção; enfim, daqui vemos muito além do que é possível narrar em uma edição. Algumas vezes, chego às 7h da manhã e saio às 16h30 e volto no dia seguinte às 7h da manhã e vejo praticamente as mesmas pessoas, no mesmo lugar, fazendo a mesma coisa: drogando-se.

A situação na região Central, com relação às drogas e muita mais grave e muito mais séria do que imaginamos. Pensamos que isto não pode atingir a periferia, nossa igreja, nossa casa, mas somente as ruas do centro. Porém poucos são os que têm moradia na região central, pois eles têm vindo dos mais diversos lugares. São crianças, jovens, adultos, homens e mulheres.

Eu tenho perguntado: O que faremos?  Dar banho, comida e roupa limpa? Isto é muito vago para quem esta se matando. Temos que dar solução definitiva! O governo tem que enxergar o problema como uma epidemia e não somente como um crime. A igreja tem que enxergar como prioridade, pois essas vidas sendo ceifadas são criação de Deus.

Pergunto-me às vezes porque estamos neste lugar? Estamos porque saímos daqui, e cremos que muitos mais sairão. Estamos aqui porque sabemos que Deus esta no governo de todas as coisas e ama essas vidas, e as quer salvar. Estamos aqui porque aprendemos a amar estas pessoas, respeitando-as, perdoando-as, ouvindo e servindo,  para que saiam desta vida e enxerguem um novo caminho. Estamos aqui porque temos consciência que somos sal e luz e temos um papel importante na recuperação destas vidas. Estamos aqui porque acreditamos que este lugar um dia será chamado CRISTOLÂNDIA e nosso Deus será proclamado adorado e glorificado em muitas vidas aqui.

Hoje, vejo que precisamos urgentemente de um lugar para levá-los. Pensamos em alugar uma casa com três dormitórios, onde possamos fazer os primeiros acompanhamentos antes de enviá-los a centros de recuperação. Minha esperança é que este ano o Sitio em Juquitiba, ou mesmo outro lugar, possa funcionar como centro de recuperação para darmos continuidade naquilo que já estamos fazendo no Centro de São Paulo.

Precisamos de convênios com empresas que possam oferecer oportunidades de trabalho ou mesmo alguma atividade para levantar recursos, ajudando esses jovens a se inserirem na sociedade de uma maneira produtiva. Definitivamente, precisamos colocar na ativa todo o nosso potencial, pois a Escolinha Papo de Responsa, estrategicamente localizada na Rua Guaianases, no meio do furacão, não foi criada somente para banho e alimentação, mas para restaurar vidas.

Ainda não temos todo o recurso que precisamos para funcionar a todo o vapor, mas estamos fazendo o  possível com o que temos conseguido. E já temos visto resultados palpáveis. Que Deus nos dê coragem para continuar a obra que Ele começou em nós e através de nós.

Deus os abençoe.    

A Escola Papo de Responsa atenderá até 30 alunos por dia e funcionará as segundas, quartas e sextas, das 9h às 16h30. Nas terças e quintas-feiras, os educadores atuarão nas ruas, encaminhando casos atendidos da semana.

O custo médio, por dia, é de R$ 25,00. Esse valor é a média dos custos diários, divididos por 30 alunos, é o numero que queremos atender. O custo anual do projeto é de R$ 180.000,00.

Papo de Responsa significa conversa séria na gíria das ruas. Esse projeto é uma conversa séria para você pensar e apoiar, mas muito mais séria para as crianças e adolescentes que terão um espaço onde encontrarão paz, dignidade e esperança.

Faça uma doação de R$ 50,00 e patrocine a freqüência de dois alunos num dia

Custo total mensal: R$ 20.000,00

Objetivo: Atender 30 crianças / adolescentes

Local: Casa no Centro de São Paulo que foi reformada recentemente.

Mais informações ligue (11) 3237-4207

Ou envie e-mail: [email protected]

Para  fazer sua doação Ligue para (11) 3237-4207

veja também