Pastor é chamado para evangelizar judeus, após receber profecia em outra língua

O pastor Ralph Goldenberg participava de uma reunião de oração na Inglaterra, quando recebeu uma profecia em árabe e a compreendeu muito bem.

Fonte: Guiame, com informações do God ReportsAtualizado: quarta-feira, 26 de julho de 2017 16:52
O pastor Ralph Goldenberg recebeu uma profecia em árabe, dizendo que ele devia evangelizar judeus. (Foto: God Reports)
O pastor Ralph Goldenberg recebeu uma profecia em árabe, dizendo que ele devia evangelizar judeus. (Foto: God Reports)

Um judeu seguidor de Jesus estava pensando em ser ordenado ao ministério da Igreja da Inglaterra, quando acabou se surpreendendo com uma grande mudança que Deus promoveu em sua vida.

Ralph Goldenberg ficou surpreso quando mensagem em outro idioma lhe foi dada, durante uma reunião de oração na casa de seu amigo, na Inglaterra, e imediatamente reconheceu que aquela língua era o árabe sudanês.

Apesar das outras pessoas na sala não terem conseguido entender uma palavra da mensagem (nem mesmo a pessoa que foi usada para porferí-la), Ralph - que havia crescido no Sudão com a capacidade de falar várias línguas - sabia exatamente o que aquilo significava. E não poderia haver confirmação mais clara do seu chamado.

"Allah be'hebak - Inta min al dam beta Ibrahiem - Al Angiel fi fomak", dizia a mensagem que se traduz como: "Deus ama você. Você é do sangue de Abraão. O Evangelho está em sua boca".

O mensageiro, que nem sequer percebeu ter falado um idioma conhecido, também complementou a mensagem que se iniciou em árabe, já em inglês: "Você deve proclamar o evangelho e trazer o meu povo ao Reino".

Conforme registrado em sua autobiografia, "Find the Truth and Lock it in Your Heart" ("Encontre a Verdade e a Tranque em Seu Coração"), esse fato milagroso provocou o início de um ministério muito frutífero, que durou 20 anos na vida do Rev. Goldenberg, um ex-optometrista que decidiu continuar ajudando as pessoas a exergarem melhor, porém com relação às verdades espirituais.

Agora com 72 anos e aposentado, Ralph lidera igrejas em várias partes da Inglaterra, incluindo a comunidade judaica de Edgware, no norte de Londres, onde encontrou a oposição de muitos, mas também o apoio de tantos outros.

Em sua primeira igreja, em sua cidade natal de Bournemouth, ele testemunhou a cura milagrosa de um missionário da China, que havia chegado em casa para se submeter a uma cirurgia nas costas. O procedimento foi cancelado após Ralph orar por aquele homem e ungi-lo com óleo.

O Espírito Santo, que havia habilitado os primeiros cristãos no Dia de Pentecostes, que falaram nas línguas dos judeus de muitas nações que ficaram em Jerusalém para o festival (também conhecido como Shavuot), também desempenhou claramente um papel essencial no ministério do pastor Ralph.

Ele ainda se lembra do momento em que, durante um culto de Domingo de Pentecostes, "quase todos receberam o Espírito Santo e as crianças começaram espontaneamente a orar e a profetizar sobre os adultos". Seu último culto de Pentecostes se transformou em uma inesquecível imersão total, que durou cerca de quatro horas.


Trajetória

Ralph era um dos 40 netos de um rabino que havia sido enviado para liderar a comunidade judaica no Sudão, e ambos os avós lhe disseram para "Encontrar a verdade e trancá-la em seu coração" - daí o título do livro.

Então, imagine a surpresa dele quando anos depois, o líder responsável pela igreja onde ele se casou há 50 anos disse-lhe que "procurava a verdade e a seguia por onde quer que ela o conduzisse".

Na sua juventude, Ralph foi enviado para uma escola judaica em Brighton, na Inglaterra - e parecia encontrar cristãos em cada momento de sua vida a partir deste ponto. Ele também havia frequentado uma escola católica no Sudão.

Ele decidiu seguir a carreira seu pai na optometria (fabricação de óculos), acabou conhecendo sua esposa Helen na 'City University', em Londres, onde ela também era uma estudante de optometria, e formou uma parceria com o dono de uma ótica - o qual também era um cristão!

Ralph e Helen tinham três garotos adoráveis, uma linda casa e, na época, pareciam ter tudo, mas ainda sentiam-se vazios por dentro.

Eles acabaram conhecendo bons amigos, com um casal cristão e logo acabaram se conectando a uma igreja na cidade onde viviam.

"Eu sou um judeu, mas quero saber mais sobre Jesus", disse Ralph ao líder da igreja, que ficou surpreso.

Helen, entretanto, já havia sido avisada de que Jesus estava batendo à porta de seu coração e estava apenas esperando para ser convidado (Apocalipse 3.20). Ralph foi desafiado a ler o Novo Testamento - o qual ele julgou ter "causado uma revolução" em sua mente.

Mas ele precisava ter certeza da divindade de Jesus. Então ele desafiou Deus a enviar pelo menos uma pessoa para dizer que "Jesus está vivo".

Ele posteriormente se sentiu atraído a ir para um culto em uma igreja com Helen, e foi surpreendido quando uma nova música foi entoada. A canção repetia várias vezes a frase "Jesus está vivo hoje".

Naquele momento, Ralph consagrou por inteiro sua vida a Jesus e nunca mais se arrependeu. Cerca de 10 anos depois, enquanto vivia a expectativa de sua ordenação como pastor de uma igreja na Inglaterra, ele obteve a confirmação da seu chamado em árabe sudanês.

Ralph certamente encontrou a verdade que seus avós o incentivaram a procurar e atualmente é parte da liderança do 'Ministério da Igreja Entre os Judeus (CMJ), um órgão internacional dedicado ao renascimento espiritual de Israel.

Siga-nos

Mais do Guiame