Pastor e esposa deixam hinduísmo para seguir a Cristo e são expulsos da própria casa

Depois de jogar todos os pertences para fora, a casa demolida pela própria família.

Fonte: Guiame, com informações de Portas AbertasAtualizado: terça-feira, 23 de novembro de 2021 17:43
Ram e sua esposa se encorajam por meio da oração. (Foto: Portas Abertas)
Ram e sua esposa se encorajam por meio da oração. (Foto: Portas Abertas)

O pastor Ram Bahadur (nome fictício por questões de segurança) foi bastante perseguido durante o seu ministério, no Nepal. Ele e a esposa foram expulsos da própria casa e tiveram todos os pertences jogados para fora. 

A casa onde eles moravam foi demolida pelos familiares que seguem o hinduísmo — religião que acredita em vários deuses e na reencarnação.

Os cristãos ex-hindus são os que enfrentam mais pressão no Nepal, pois são vistos como pessoas que quebram a cultura e a identidade nacional, desviando a fé dos seus antepassados. 

No país, também existe uma lei anticonversão, que prende, multa ou deporta os responsáveis por desviar os hindus de sua fé original.

Sobre a conversão do ex-hindu

Bahadur conheceu Jesus num período em que esteve muito doente. À beira da morte, ele ouviu um amigo cristão lhe pregar o Evangelho. Foi então que aceitou a Cristo como seu senhor e salvador.  

Depois de entregar a vida a Jesus, embora não soubesse uma maneira adequada de orar, ele orou pedindo por cura. Outros cristãos também oraram por ele, e sua saúde foi melhorando. Então resolveu servir ao Senhor e exerceu o ministério pastoral durante oito anos após o batismo.

Situação atual

Atualmente, o casal está morando em um quarto alugado. Eles não possuem fonte de renda fixa e, por isso, realizam trabalhos diários. 

Apesar de toda a perseguição, Bahadur diz: “Seremos perseguidos quando seguirmos a Jesus, mas Deus prometeu que estará conosco. Deus conhece nossas dores e tudo o que ele faz é para o bem”, afirmou. 

“Deus nunca nos deixou abandonados. Ele respondeu às nossas orações por meio de várias pessoas e de novas maneiras”, disse ao agradecer pela ajuda que receberam da Portas Abertas. 

O pastor nepalês pede oração por sua saúde. Além disso, ele pede para orar por seus perseguidores, para que Deus mude seus corações, eles se arrependam e recebam a salvação em breve.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições