Pastor é injustamente acusado de roubo no sul da Ásia

Pastor é injustamente acusado de roubo no sul da Ásia

Atualizado: Quinta-feira, 13 Janeiro de 2011 as 12:15

O obreiro da Gospel for Asia, Mandal Bhaskar, foi acusado de roubar uma motocicleta por um grupo de extremistas anticristãos de sua aldeia,  Mandal é o pastor de uma igreja local emergente com cerca de 100 membros que frequentam os cultos.

Daniek Rahi, um membro da igreja, morreu em 15 de dezembro e no dia seguinte, o pastor Mandal fez o funeral de Rahi. Após o culto, a família do falecido executou um costume local e lavou o corpo num rio próximo.

Os extremistas que se opõem abertamente ao ministério de Mandal aproveitaram a oportunidade para realizar um falso roubo. Um deles foi à cerimônia em uma motocicleta, mas providenciou para que ela fosse levada durante o evento, fazendo com que parecesse um roubo.

No dia seguinte, os adversários do pastor tentaram confrontá-lo gritando em frente a sua casa para que respondesse às acusações de que havia roubado a motocicleta. Mandal não estava em casa, mas seu irmão, que também é vizinho, ouviu o barulho. Ele saiu para falar com os homens, e ao ouvir as acusações, garantiu-lhes que o seu irmão não cometera o crime.

O irmão de Mandal foi agredido e gravemente ferido. Em seguida os acusadores foram até a delegacia e registraram queixa de roubo acusando o pastor do crime. A polícia convocou imediatamente Mandal mas o liberou após tomar seu depoimento. As autoridades policiais locais ainda não tinham tomado uma decisão no caso.

Mandal relata que as falsas acusações feitas por extremistas representam os moradores locais, já que se sentem ameaçados pelo rápido crescimento da igreja. Ele acredita que o cenário de roubo foi montado para impedi-lo de realizar um programa de Natal na aldeia.

Tradução: Yara Ferreira

veja também