Pastores fluminenses viajam para o Rio Grande do Norte

Pastores fluminenses viajam para o Rio Grande do Norte

Atualizado: Quarta-feira, 1 Dezembro de 2010 as 11:12

No início de novembro, cinco pastores da Convenção Batista Fluminense estiveram no Rio Grande do Norte conhecendo o trabalho batista no estado, acompanhados pelo pastor Cleber Souza, gerente regional de Missões Nacionais no Rio de Janeiro. A viagem foi organizada pelo pastor Augusto Rodrigues, executivo da Ordem dos Pastores Batistas Fluminenses e missionário promotor de Missões Nacionais.

Foram recepcionados pelo pastor Manoel Moreira, coordenador de missões da JMN no RN, pelo diretor executivo da convenção estadual, pastor Eude Cabral Executivo, e pelo pastor Luis Carlos, coordenador da coordenadoria de missões. Os cinco pastores foram divididos por diferentes regiões do estado, podendo conhecer mais de perto os trabalhos e seus desafios.

"Foi uma experiência que ainda não tinha vivido em minha vida. Foram dias de muitas visitas evangelísticas e pastorais e também pude conhecer várias igrejas do campo potiguar e assistir de perto os desafios que os irmãos têm ali naquela região", compartilhou o pastor Lusitano Vicente da Silva Couto, da 1ª Igreja Batista do Rocha, em São Gonçalo. O pastor visitou a região do Vale do Açu, tendo pregado na 2ª IB de Assu que conta com nove congregações, "algumas delas já se preparando para serem organizadas em igreja". Pr. Lusitano no entanto confessa que o fato de não haver pastores locais chamou sua atenção, tendo muitas delas leigos como dirigentes. "Alguns estão fazendo seminário, outros, por falta de recursos financeiros estão na expectativa de poderem estudar ou concluir seus cursos". O conhecimento desta realidade levou o pastor a compartilhar esta carência com sua igreja que resolveu apoiar o dirigente de uma congregação em Paraú. "Tomamos a decisão de adotá-lo integralmente, além de custear as passagens semanais e assim ajudá-lo nos seus estudos. Fiquei muito feliz com a decisão tomada pela nossa Igreja".

Outro aspecto destacado pelo pastor foi a dureza do coração para o evangelho e a religiosidade que impera em muitos lares e famílias. Durante a visita, pastor Lusitano pôde ser usado por Deus para levar 10 pessoas a Cristo.

Para o pastor Gerson Paiva (2ª IB em Cordeiro,RJ), que fez a viagem acompanhado de sua esposa, Márcia Paiva, a viagem missionária foi uma experiência que impactou e marcou profundamente suas vidas e ministério. "Voltamos felizes por conhecer a visão evangelizadora da Igreja Batista Betel em Santo Antônio, Pr. Marcolino Pontes". Plantada a menos de dois anos já está frutificando outras três igrejas em cidades que não tem nenhum trabalho batista. Saber que mais de 80 cidades do Rio Grande do Norte ainda não têm um trabalho batista fez com que o casal levasse sua igreja a reavaliar sua visão missionária, realizando um um projeto para a plantação de igrejas "naquele agreste tão carente de Deus.  É nessa visão que retornaremos anualmente ao Rio Grande do Norte, a fim de plantarmos novas igrejas naquele solo; igrejas que precisam de novos obreiros, de nossos recursos e de nossas orações. Deus abençoe o nordeste".

O testemunho destes dois pastores demonstra que a oração do pastor Manoel Moreira já está sendo respondida. "Para nós, missionários do RN, foi uma grande honra poder receber esses  homens  de Deus. Nossa  oração é  que  os  mesmos possam ter  voltado com  o  coração em  chamas  diante  dos  desafios  do nosso Estado. Ao nosso  Deus a  nossa gratidão por  tão grande privilégio".

Também participaram da viagem os pastores Martinho Carlos da Conceição (3ª IB  de Conceição  de Macabu); Paulo Mauricio Teixeira da  Silva (2ª IB de Alcântara) e Juvenal Gomes  da  Silva (IB Barro Branco, São Fidelis).

veja também