Presidente da Nigéria promete agir para proteger cristãos de ataques

Presidente da Nigéria promete agir para proteger cristãos de ataques

Atualizado: Sexta-feira, 9 Setembro de 2011 as 11:35

Sob o olhar de vários cristãos, o presidente Goodluck Jonathan foi elogiado, após declarar que seu governo tem de ser mais incisivo e forte contra os ataques aos cristãos que têm acontecido no país.

Segundo o presidente nigeriano, o governo deve adotar medidas urgentes para proteger a vida e as propriedades dos cristãos que vivem no norte do país.

Reagindo contra os últimos relatórios de vandalismo e queima de duas igrejas – Igreja Viva Fé e Capela da Sabedoria, ambas localizadas no estado de Borno – o presidente nacional da CAN (Conselho das Igrejas Nigerianas), pastor Ayo Oritsjafor, disse que a declaração do presidente foi reconfortante.

“Agora, deixemos os agentes de segurança demonstrarem seu estado de prontidão para acabar com a ameaça terrorista que o país está enfrentando”, acrescentou Oritsjafor .

Ele mostrou satisfação, pois, finalmente, o governo federal está demonstrando vontade política para lidar com a tendência terrorista e os ataques sectários, que têm crescido no país.

Disse ele: “Temos interesse na unidade nacional, na paz e no progresso, tanto que a igreja impede que os jovens cristãos peguem em armas para ir contra os fundamentalistas islâmicos no norte do país, mas tornou-se óbvio que é necessário algo decisivo para deter o terror. Por quanto tempo vamos continuar assim, em um período em que o Governo Federal está fazendo esforços frenéticos para nossa economia crescer e se tornar uma das vinte melhores em 2020?”

“O presidente deve se preocupar agora com o monstro chamado terrorismo que está se instalando no país, porque no ritmo em que estamos, com crimes violentos, especialmente na parte norte do país, isso não é mais aceitável”, disse Ayo

Tradução: Portas Abertas

veja também