Ronaldo Lidório envia carta sobre sua situação de saúde

Ronaldo Lidório envia carta sobre sua situação de saúde

Atualizado: Terça-feira, 1 Setembro de 2009 as 12

Os missionários da Agência Presbiteriana de Missões Transculturais (APMT), rev. Ronaldo e Rossana Lidório, enviam notícias sobre o estado de saúde do pastor e os desafios do trabalho.

O rev. Ronaldo tem enfrentado algumas complicações físicas, e em carta, Rossana afirma que pastor está em fase de tratamento e deverá apresentar certa melhora em breve. Leia o relato:

"Ronaldo tem feito a reposição de tiamina e conseguiu iniciar a fisioterapia. As dores no corpo e os outros sintomas continuam, mas o médico que nos acompanha informou que dentro de uns dois meses ele deverá experimentar melhora. O diagnóstico da síndrome de beribéri foi de certa forma um alívio, pois víamos que os sintomas estavam se intensificando nos últimos meses e não sabíamos como tratar.

Estamos também realizando vários exames para observar a possibilidade de alguma outra complicação neurológica. O Senhor tem nos dado boa oportunidade de tratamento e o louvamos por Sua bondade. Também pelo carinho e orações dos irmãos.

Tivemos que desmarcar os compromissos dos próximos três meses devido a orientação médica. Ronaldo precisará descansar e evitar as viagens nestes meses para recobrar a saúde. Vamos aproveitar o momento também para colocar em dia alguns projetos que estavam engavetados, e que poderemos levar adiante neste período, sem comprometer o tratamento. Um deles é um material de treinamento e apoio missionário que não havíamos conseguido completar até então.

Estamos sempre em contato com a turma do Projeto Amanajé (atuação entre as tribos indígenas), que vai muito bem. Louvamos a Deus por todos, e em especial por Márcio e Isaura Schmidel, que assumiram a liderança da equipe em nossa ausência. Toda a equipe (41 pessoas, em 12 diferentes etnias) está indo muitíssimo bem.

Recebemos notícias de que a equipe Konkomba (Comunidade Africana), que trabalha com a revisão dialetal do Novo Testamento Konkomba-Limonkpeln, planeja enviar-nos o material para a revisão final até outubro próximo. Nosso desejo é revisá-lo e publicar mais 3 mil exemplares do Novo Testamento na língua Limonkpeln.

Louvamos a Deus por suas vidas e orações. Em tudo Ele tem nos dirigido neste tempo, e nos abençoado de forma especial. Nada nos falta, nem a paz do Senhor, nem a alegria para servi-lo".

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também