Sergipe lança campanha de evangelismo integrado

Sergipe lança campanha de evangelismo integrado

Atualizado: Terça-feira, 8 Fevereiro de 2011 as 10:26

Na última semana, dezenas de pastores estiveram reunidos por três dias para trabalhar metas e planejamentos do ano e levantar as bandeiras de um novo projeto, “Bandeiras de Esperança”. A campanha visa trabalhar de forma integrada dentro da Igreja para estimular a comunhão e a missão. Para isso, cada bandeira possui uma cor que representa alguma ação já existente na Igreja, mas agora, trabalhando de forma integrada.

Os pequenos grupos servem como base desse projeto que, segundo o pastor Everon Donato, presidente da sede administrativa das Igrejas Adventistas para Sergipe, exige planejamento e compromisso. “Planejamento e comprometimento são fundamentais para que o projeto dê certo. Todas essas bandeiras precisam de uma base para serem fixadas. Os Pequenos Grupos serão a estrutura básica da igreja que viabiliza integração, crescimento espiritual, relacional e pastoral. Os departamentos da igreja devem fortalecer os Pequenos Grupos e estes devem ser o veículo adequado do programa da igreja.”

Explicou Everon.

As mulheres fazem parte de um grupo que também podem e devem participar desse projeto. “A oração intercessória e o ministério da recepção são maneiras de como as mulheres podem colaborar. Vamos juntas erguer as bandeiras da esperança em nosso território.” Diz Rosângela Donato, líder dos Ministérios da Mulher para a região de Sergipe.

O projeto “Bandeiras de Esperança” é uma iniciativa da sede administrativa das Igrejas Adventistas para o Nordeste (UNeB). Para o presidente da UNeB, Geovani Queiroz, a escolha do nome da campanha foi bastante apropriada. “Bandeira é um símbolo daquilo que nós amamos e cuidamos. Precisamos levantar as nossas Bandeiras de Esperança.” Diz.

Confira abaixo as cores de cada bandeira e suas respectivas representações:

Azul claro: Representa a Educação, e desafia a Igreja, entre outras ações, para a construção de 10 escolas de referência. Lilás: Simboliza a oração intercessória. Tem como foco o cartão de oração, que ajuda os fiéis a definir cinco pessoas pelas quais deseja interceder. Vermelha: É relativa à jornada espiritual. O trabalho que vem feito em levar a Igreja a uma comunhão cristã mais sistemática vai ganhar força com o projeto. Azul marinho: Esta bandeira representa a literatura denominacional. A cesta básica espiritual, composta pela Bíblia, hinário, meditação matinal, lição da escola sabatina e Revista Adventista vai ser apresentada como algo desejável para todos os fiéis. Verde: Aponta para o ciclo do discipulado, que levará os fiéis a cuidarem dos novos convertidos. Bege: É a cor da bandeira da recepção, que ganha atenção como um fator estratégico de evangelização. Amarela: Representa o evangelismo. Todas as campanhas missionárias, incluindo Terra de Esperança e Missão Calebe, fazem parte desta bandeira. Laranja: Traz referência ao trabalho exercido pelas classes bíblicas. Branca: Assim como na física, é a junção de todas as cores e simboliza o evangelismo integrado.  

veja também