Sobe o número de brasileiros mortos no Haiti

Sobe o número de brasileiros mortos no Haiti

Atualizado: Terça-feira, 19 Janeiro de 2010 as 12

O Comando do Exército confirmou, nesta segunda-feira, a morte de mais um militar brasileiro vítima do terremoto que devastou a capital do Haiti, Porto Príncipe, na última terça-feira.

De acordo com uma nota divulgada pelo Exército, foi identificado o corpo do coronel João Eliseu Souza Zanin, que estava no país participando de reuniões de coordenação de pessoal.

Com a confirmação da morte de Zanin, sobe para 17 o número de militares brasileiros mortos no forte tremor de terra que atingiu o país.

Na manhã desta segunda-feira, o Exército já havia anunciado a morte do do tenente-coronel Marcus Vinicius Macêdo Cysneiros,que atuava como observador militar da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah, na sigla em francês) e estava desaparecido desde o dia do tremor.

Dois civis também morreram no tremor - a médica sanitarista e fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns, e o diplomata Luiz Carlos da Costa, o número dois da ONU no Haiti.

A Minustah atua no Haiti desde 2004, e conta com 6,7 mil militares, 1,6 mil policiais, 548 civis estrangeiros, além de 154 voluntários.

Dentre os militares da missão das Nações Unidas, 1.266 são brasileiros.

veja também