Sudanesa cristã está refugiada na embaixada norte-americana

Meriam agora é acusada de falsificação de documentos

Fonte: guiame.com.brAtualizado: sexta-feira, 27 de junho de 2014 13:24
Meriam
Meriam

MeriamNesta quinta-feira, 26 de junho, a sudanesa cristã Meriam Yahia Ibrahim Ishag foi libertada após ter sido retida no aeroporto do Sudão.

Ela é ameaçada e procurou um lugar seguro. Agora Meriam está refugiada na embaixada norte-americana no Sudão.

Mustafa Mohanad, advogado da sudenesa confirmou que ela acredita que a embaixada é um local seguro, já que ela recebeu ameaça de morte.

Meriam Yahia Ibrahim Ishag, de 26 anos, é acusada de falsificação e fornecimento de informações falsas sobre um documento de viagem do sul do Sudão que usou para tentar deixar o país na terça-feira.

Toda polêmica com a sudanesa começou quando ela foi condenada à morte por abandonar o islã e se converter ao cristianismo.


com informações de Expresso

 

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições