Transradicais ficam sob fogo cruzado durante treinamento prático

Transradicais ficam sob fogo cruzado durante treinamento prático

Atualizado: Terça-feira, 12 Janeiro de 2010 as 12

A primeira atividade prática dos missionários do projeto Transradical Urbano ficará marcada na memória de todos. Isso porque os voluntários se depararam com uma situação inesperada: uma troca de tiros entre facções rivais.

Minutos antes do tiroteio, os jovens, divididos em grupos, evangelizavam os moradores do Romão, em Vitória, ES. Outro grupo, que acompanhava o pastor Celso Godoy, coordenador do projeto, aguardava a chegada dos demais para a realização de um momento devocional na quadra do bairro.

Repentinamente, os voluntários perceberam uma movimentação estranha no morro, com alguns homens que empunhavam armas de fogo e articulavam para cercar todos os becos. "Percebi de imediato que as coisas iriam complicar e convidei os missionários que já estavam comigo para orarmos. Tão logo terminamos a oração, ouvimos a saraivada de tiros", comentou pr. Godoy. Segundo ele, foram mais de vinte disparos.

Orientando a retirada dos que estavam próximos, pr. Godoy percorreu o local em busca dos demais voluntários. Todos reunidos, desceram o Romão. Segundo o missionário, o tiroteio começou em uma das casas que havia visitado, há 10 minutos do incidente. Um rapaz, evangelizado na visita, foi morto.

"Desejamos a oração de todos, e o trabalho continua", disse o coordenador, destacando ainda a coragem da equipe de transradicais que, apesar do acontecimento, permanece unida no propósito do projeto.  

Durante essa semana, os transradicais estarão em treinamento e, dia 18, partirão para o Morro do Jaburuna, em Vila Velha.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também