Tri-Radical Sertão planta igrejas no Nordeste

Tri-Radical Sertão planta igrejas no Nordeste

Atualizado: Quinta-feira, 23 Outubro de 2008 as 12

Alcançar e plantar igrejas entre os sertanejos, indígenas e quilombolas é o objetivo do Tri-Radical Sertão, um projeto missionário da Juvep. "Esse é o nosso esforço para o plantio de igrejas na zona rural do sertão nordestino", diz Sérgio Ribeiro, presidente da missão.

Para realizar essa obra, a Juvep envia equipes solidárias de jovens e adultos dispostas a viver um estilo de vida simples na região que é um dos maiores desafios misionários do Brasil.

Para se ter uma idéia do desafio, segundo a Juvep, a zona rural nordestina possui mais de 12 milhões de habitantes e tem menos de 0,6% de crentes no Senhor Jesus. Existem mais de 10 mil povoados rurais sem nenhum crente. Entre os indígenas, que estão distribuídos em mais de 400 aldeias e cerca de 20 tribos, há menos de 1% de crentes. A maioria dessa população já perdeu a Língua original e o acervo cultural e se mistura com a cultura corrente. O terceiro povo a ser alcançado são os quilombolas, cujas comunidades são originárias dos antigos quilombos. São mais de 250 comunidades negras, rurais e paupérrimas, com menos de 1% da população alcançada pelo evangelho.

O trabalho do Tri-Radical Sertão dura 18 meses, de janeiro de 2009 a junho de 2010. Para participar é necessário ser convertido há mais de dois anos, ter um profundo amor pelas almas perdidas e almejar ser instrumento de Deus para a salvação desses povos. "Vamos ver muitas igrejas nascendo embaixo de frondosas mangueiras ou de belos juazeiros", planeja Sérgio Ribeiro.

Mais informações pelos telefones (83) 3248-2095 ou (83) 9924-3611 ou no site http://www.juvep.com.br/. Doações podem ser feitas por depósito na Caixa Econômica Federal, agência 036 - Op: 003 - conta corrente 6503-0, em nome da Missão Juvep.

veja também