UFPI e Universidade italiana promovem missão no Piauí

UFPI e Universidade italiana promovem missão no Piauí

Atualizado: Terça-feira, 15 Fevereiro de 2011 as 12:53

Na tarde desta segunda-feira (14/02), o reitor, juntamente com representantes da UFPI, reuniu-se no Salão Nobre da reitoria com um grupo de italianos que veio ao Piauí desenvolver atividades no Projeto Rodas de Cultura, que faz parte do convênio entre a Universidade Federal do Piauí e a Universidade dos Estudos de Verona - UNIVR. Esta é a segunda missão italiana na UFPI, que teve seu início com o projeto primeiro denominado "Sujeitos e Saberes na Mediação de Práticas Sócio-Educativas", trabalhando com a comunidade do bairro Parque Eliana.

No ato da reunião, encontravam-se presentes o reitor Luiz de Sousa Santos Júnior; a coordenadora Geral de Pesquisa da PRPPG, Profa. Jaíra Alcobaça; os professores Elmo Lima, Maria do Carmo Bonfim, Maria da Glória Soares Lima e José Augusto - diretor do CCE, representando o referido centro; o diretor do CCHL, prof. Pedro Vilarinho; a Profa. Lídia de Noronha Pessoa, da Pós-Graduação em Antropologia e Arqueologia; a Profa. Ana Célia, representando a UESPI; e a Dona Amparo Sousa, presidente da Associação das Mulheres Perseverantes do Parque Eliana.

Entre os italianos, estavam o Prof. de Antropologia da Educação Gabriel Maria Sale, do Departamento de Ciência da Educação; a Profa. de Geografia Humana Emanuela Gamberoni, do Departamento de Ciência da Educação; a Dra. Paola Demori, profa. de Etnopsiquiatria e Coordenadora de Serviço de Dependências Paris-França; a doutoranda em Ciências da Educação e da Formação Continuada Roberta Del Bene; o Educador Pesquisador no campo da Arte/Terapia/Formação Domenico Afatato; as pós-graduandas em Mediação Cultural Paola Carnio e Irene Fanini; além da Mediadora Cultural Dinha Rodrigues, que é piauiense e vive na Itália.

O reitor mostrou entusiasmo em continuar com essa parceria e citou alguns números e índices de crescimento da UFPI, com destaque para a expansão da mesma no interior, assim como o incremento na área do ensino nos mais diversos campi do Estado. "A UFPI deu esse salto de qualidade no interior, principalmente no ensino e pesquisa. Se em Teresina já é difícil, imagine no interior". Na ocasião, citou também o HU, o qual chamou de "a vedete, a vitrine da UFPI", cuja construção se arrastou por 22 anos e agora está finalmente em fase de conclusão, praticamente pronta para funcionar como um grande e equipado hospital-escola.

A Profa. Emanuela Gamberoni, que também é representante da Assessoria Internacional da UNIVR, na Faculdade de Ciências da Formação (que corresponde ao CCE) disse que é uma experiência absolutamente rica e interessante a de poder trabalhar nesse projeto em parceria com a UFPI. "Temos visto uma universidade muito ativa, além da boa acolhida dos colegas. Visitamos partes do Piauí (Teresina, Esperantina e Floriano) e conhecemos concretamente a dinâmica forte que caracteriza esse país", comentou. Apesar do projeto ser o mesmo, Emanuela falou que em cada viagem vêm pessoas diferentes da Itália, "para que haja esse intercâmbio cultural".

Segundo a Profa. Maria do Carmo Bonfim, esse projeto tem por finalidade a troca de experiências e saberes. "Funciona como uma forma de reflexão e socialização dos conhecimentos e práticas sócio-educativas", afirma. A UFPI também possui parcerias com outras universidades, dentre elas: Universidade de Coimbra, Grupo Tordesilhas (convênio entre universidades brasileiras, portuguesas e espanholas), Grupo de Estudos com a Comunidade Européia, Programa Erasmus Mundus e convênios com universidades isoladas. Para o reitor, a universidade possui capacidade de realizar ainda mais parcerias bem-sucedidas. "Nós temos condições de fazer parcerias concretas, sólidas, dando a partida não só em Teresina, quanto no interior do Estado", finalizou.

veja também