Umbigocentrismo

Umbigocentrismo

Atualizado: Sexta-feira, 1 Maio de 2009 as 12

Por Adriana Amorim

A palavra missão, além de evangelização, transmite a noção de compromisso. Foi o que Abigail Aquino, assumiu há aproximadamente 15 anos. Encarregada do departamento de conscientização missionária da Assembléia de Deus - Belém, conhecido como Ceifeiros em Chamas, que presta apoio integral a missionários e estimula igrejas a manterem o foco na pregação do Evangelho, Abigail faz parte do trabalho de mais quatro missões no Brasil: ABU - SP - Aliança Bíblica Universitária, Rede Fale - Rede de Defesa de Direitos, Capelania CGADB, e Missão Horizontes. Coordenadora de intercessão, designer, divulgadora, captadora de recursos, editora, diagramadora, prestadora de apoio integral a missionários e suporte na criação de departamentos missionários nas igrejas, ela conta que faz o que gosta.

Em entrevista ao Guia-me, Abigail falou sobre seu trabalho e ministério, necessidades dos missionários em campo e como a igreja brasileira hoje tem pensado em Missões.

Guia-me: Como é trabalhar com algo que é também seu ministério?

Abigail Aquino: É bem simples a resposta, costumo dizer que além de fazer o que gosto, ainda me pagam por isso (risos). Tem sido um enorme prazer trabalhar com missões sempre.

Guia-me: Há quanto tempo você se dedica a missões?

Abigail Aquino: Há 13 anos, eu já trabalhava no ceifeiros, nessa época eu tinha um namorado, Fernando Augusto, que me influenciou de forma que mudou minha vida e direção. Ele apresentou-me livros, pessoas e a missão Horizontes, a mesma que busco ajudar até hoje, e até levou-me a dar apoio a um missionário que ele fazia cuidado integral. Sou super grata a ele e sempre que desenvolvo um projeto conto sempre com ajuda dele. O namoro não deu certo, mas a parceria foi divina (risos).

Guia-me: À frente desses trabalhos, o que você considera ser o grande empecilho para as missões e missionários hoje?

Abigail Aquino: A falta de sustento. Creio que não precisamos orar mais por obreiros até mesmo para janela 10x40, pois conheço vários que se prepararam e por falta de sustento estão aguardando aqui no Brasil.  Temos muitos obreiros dispostos, porém, acredito que se o Senhor fizesse o clamor hoje não seria mais "a quem enviarei", mas " Eu enviarei, e quem há de sustentar"?

O umbigocentrismo. Fazem construções, festas, congressos, e perdem o foco, o que leva muitos pastores a esquecer-se que uma igreja não existe para si mesma, mas para o mundo. Deixam de evangelizar, fazer missões, atender as carências da comunidade, e levar o Evangelho todo para o homem em seu todo: corpo, alma e espírito.

A falta de treinamento e estrutura, que é um grande problema no campo, e faz com que muitos retornem.

A falta de cuidado integral. Muitos olham para o missionário como sendo um super homem, que vive e morre pela fé. Que não precisa de descanso e que tem que evangelizar dia e noite, pois afinal, ele ganha um salário pra isso.

E por último, e não menos importante, baseio-me nas palavras de Oswald Smith: "Por que alguém deveria ouvir do evangelho duas vezes, quando há pessoas que não ouviram nenhuma vez?". Existem muitas igrejas atropelando-se em uma mesma rua, enquanto há lugares onde não existe um grupo suficientemente capaz de tornar-se uma igreja, porque não têm um líder espiritual sequer.

Guia-me: Em sua opinião, as igrejas, de um modo geral, estão preparadas para o trabalho missionário?

Abigail Aquino: Em geral não, como diria David Botelho: "os evangélicos brasileiros gastam mais com Coca-Cola do que investem naquilo que dizem acreditar", que é missões. Uma igreja que se diz missionária deve ter missões como seu maior investimento, mas isso raramente acontece.

Guia-me: O que uma igreja precisa então para que isso aconteça?

Abigail Aquino: Creio que qualquer igreja precisa de um pastor que ame a causa e lute por ela, pois o líder influencia toda igreja e isso pode render muitas vidas para o Reino. Como diria  George Peters: "O mundo está muito mais preparado para receber o Evangelho do que os cristãos para o propagar". Precisamos de maior comprometimento com a causa. Vidas que preguem por si só no caráter, na decência e no amor.

Guia-me: Quais são, em sua opinião, as características de um verdadeiro missionário?

Abigail Aquino: Não saberia definir um verdadeiro missionário. Entretanto, existem qualidades importantes para um missionário, tais como: paixão pelas almas; desprendimento; verdadeiro caráter cristão: a vida que será evangelizada tem que falar mais alto que ele; gostar de estudar a Bíblia e outros livros que o ajudarão a ser parte da cultura onde estiver; flexibilidade quanto a costumes e cultura; identificar-se com o povo; e, principalmente ser dependente de Deus. Devo ter esquecido várias outras coisas importantes, pois a lista de requisitos é grande e nem sempre o missionário tem todas as qualidades, mas Deus capacita a todos que se colocam à disposição Dele com o coração voltado unicamente para servi-lo.

Guia-me: Fale um pouco sobre o projeto Friendship. Como é o trabalho? Quem ele quer alcançar?

Abigail Aquino: Os jovens cristãos são o foco do Friendship . Descobri que muitos deles não tinham acesso a missões em suas igrejas, gastavam tempo e dinheiro nos fins de semana na pizzaria e em diversos lugares buscando ambiente saudável e novas amizades. A partir disso, idealizei o Friendship, um projeto que iniciou em 2007, e com apoio da Missão Horizontes América Latina, pôde se concretizar. Reunimos cerca de 150 pessoas no salão nobre da Câmara Municipal de São Paulo e lá falamos de missões; tivemos um filme sobre a China; pessoas comprometidas com o reino; um café bem gostoso com opções diversas, mesa de frutas; música ao vivo; sorteio de aparelho DVD, bonés, camisetas e muitos livros de missões. O valor arrecadado foi direcionado ao projeto revolution teen - que visa formar adolescentes tradutores da Bíblia. Objetivos foram atingidos: conscientização missionária, rede de amizades, celebração entre irmãos, além da arrecadação de fundos para o projeto.

Leia também:

Conscientização Missionária: você sabe o que é isso?

Conheça os trabalhos missionários:

ABU - SP - Aliança bíblica universitária - http://www.abub.org.br

Rede Fale - Rede de defesa de direitos  - www.redefale.blogspot.com

Capelania CGADB -  www.capelaniacgadb.com.br

Missão Base - www.base.org.br

Missão Horizontes -  www.mhorizontes.org.br

Ceifeiros em Chamas - Em construção http://www.ceifeirosemchamas.com.br/   

veja também