Vitória para cristãs perseguidas no Egito

Vitória para cristãs perseguidas no Egito

Atualizado: Sexta-feira, 6 Fevereiro de 2009 as 12

Kamilia finalmente recebeu a custódia de seus filhos gêmeos em uma apelação no tribunal (acompanhe este caso ). Lembre-se que em 24 de setembro, um julgamento outorgou a custódia para seu ex-marido, convertido ao islã, apesar da lei egípcia garantir a custódia dos filhos para as mães até completarem 15 anos (os gêmeos têm 14 anos), uma sentença dada por Grand Mufti Ali Gomaa, especialista nas leis islâmicas, decretou que Kamilia deveria ficar com a guarda dos filhos.

A outra boa noticia é sobre Martha, ex-muçulmana, presa no aeroporto do Cairo em 13 de dezembro (saiba mais ), foi solta sob fiança. As autoridades falharam em executar a ordem de soltura, e Martha só foi liberada depois que seus advogados notificaram o tribunal, que só então, expediram outra ordem.

Ela ainda é acusada de portar documentos falsos. Ela obteve um documento de identidade afirmando que era cristã, e que havia adotado um novo nome. Essa identificação, forjada,  permitia que ela recebesse um passaporte e casasse com um cristão. Existem preocupações quanto ao julgamento, pois Martha escolheu ser cristã. Após a última audiência, o juiz avisou que ela não poderia mudar sua fé e fez uma ameaça: “Se eu tivesse uma faca aqui, mataria você” ( leia mais ).  Esse fato aumentou a insegurança de sua família e comunidade.

veja também