Voluntária conta experiência vivida na Trans RS

Voluntária conta experiência vivida na Trans RS

Atualizado: Quarta-feira, 9 Fevereiro de 2011 as 4:20

Imbé é um município gaúcho com cerca de 17 mil habitantes. Em janeiro desse ano, foi alvo da Trans RS, mobilização missionária que marcou não apenas a vida das pessoas alcançadas, mas dos voluntários que dela participaram. Confira, abaixo, o testemunho da voluntária Adriana Merisse.

"Tive o privilégio de servir a Cristo na Trans Rio Grande do Sul em Imbé, uma cidade litorânea linda, mas que necessita de nossas orações e do amor de Deus. O que me espantou na cidade foi conhecer pessoas que nunca tinham ouvido falar de Jesus e isto me impactou, me mostrou o quanto nós precisamos agir e cumprir como 'ide' de Jesus.

Também encontrei pessoas feridas, distantes da igreja porque, infelizmente, em Imbé, não há nas igrejas evangélicas aprofundamento bíblico ou discipulado. Mas Vera e Ivonir receberam a visita dos voluntários. Chegando lá, encontramos um casal totalmente magoado e machucado por atos de irmãos da igreja em que congregavam, ao ponto de Ivonir, homem de oração, ter se afastado totalmente de Cristo e dizer claramente que estava 'magoado, com raiva de Deus'.

Por sua vez, Vera, sua esposa, trabalhava com crianças e com ação social na Igreja cuja denominação não nos revelaram o nome. Naquela casa, ministramos a palavra de Deus e, mais, choramos com aquele casal. Vera, naquele dia, disse que não mais se distanciaria de Jesus, chorou muito. Deixamos este casal diferente. Oramos com eles e pedimos a restauração daquelas vidas pelo Senhor.

Além deste casal, pude conhecer a Verinha, uma mulher que procurava Deus pelas ruas de Imbé, uma mulher que também havia se decepcionado com as Igrejas de outras denominações e que estava pedindo a Deus que Ele batesse à sua porta e lhe mostrasse uma Igreja para ela.

Pr. Camilo e Paulo foram os voluntários que abordaram Verinha em primeiro lugar. Marcamos um estudo, deixamos o Evangelho de João. Para nosso espanto, quando voltamos à casa de Verinha, ela já havia realizado os estudos completamente. A sede de Verinha pelo entendimento da Palavra de Deus era tanto, que passou a madrugada fazendo os estudos e pudemos completá-lo de uma vez.

Entreguei o livrinho 'O que Jesus deseja que você faça' e marquei outra data. Chegando lá, os estudos estavam realizados completamente. Fiquei espantada com a inteligência e a vontade daquela mulher em servir a Cristo. Ela relatou que estava feliz e que sentia paz, muita paz. Desde o dia em que falamos com ela pela primeira vez não faltou um único culto na Igreja Batista de Imbé. Deus lhe revelou uma igreja onde poderia congregar e aprender a palavra de Deus ".

veja também