Xand larga a fama para fazer missões no Niger

Xand larga a fama para fazer missões no Niger

Atualizado: Quinta-feira, 9 Outubro de 2008 as 12

Ex-paquito da Xuxa foi chamado por Deus para servir no país mais pobre do mundo.

Por Myrian Rosário

Ele ficou conhecido no Brasil e na América Latina como Xand, um dos paquitos loiros que dançavam, cantavam e faziam sucesso no programa "Xou da Xuxa", exibido nos anos 80 e 90, pela Rede Globo. Depois de convertido, Alexandre Canhoni recebeu o chamado de Deus e foi fazer missões no Níger, África, classificado pela ONU (Organização das Nações Unidas) como o país mais pobre do mundo. "Eu comecei o trabalho lá implantando times de futebol e ministrando a Palavra aos jogadores", conta Xand. "Há sete anos, quando estive no Níger pela primeira vez, 98% da população era mulçumana e havia apenas 0,1% de cristãos. Hoje esse percentual aumentou para 0,4%".

Xand é o fundador e presidente da Missão Guerreiros de Deus. Todos os anos, ele e sua esposa, Giovana, embarcam para o Níger e permanecem por lá durante três a quatro meses. "Eu procurava o pior lugar do mundo. Queria ser luz num lugar para onde ninguém quisesse ir", lembra. Xand relata que, além dele e de sua esposa, existe apenas uma outra missionária brasileira por lá. "A Irene é enfermeira e cuida da diretoria da missão na nossa ausência. Mas já temos sete famílias de missionários nativos", orgulha-se.

Nos intervalos entre uma viagem e outra, Xand e Giovana viajam para o Brasil e para alguns países da Europa captando recursos para a missão. "Nós realizamos doação de alimentos e roupas. Já montamos uma escola e trabalhamos com alfabetização e aulas práticas de nutrição, três vezes por semana". Segundo Xand, o evangelismo também é feito através da projeção de filmes dublados nos dialetos locais. "A Língua oficial é o francês, mas existem 21 dialetos, sendo quatro mais falados".

Além da dificuldade da Língua, o Níger apresenta outros desafios. O país fica na faixa do deserto do Saara e a temperatura oscila entre os 60 e 68° no verão. A perseguição é média, mas Xand e a equipe de missionários do Guerreiros de Deus já enfrentaram ataques com pedradas. "Superamos tudo e queremos sensibilizar as pessoas para as necessidades desse povo. Hoje contamos com apenas três parceiros fiéis e precisamos conquistar outros para termos tranqüilidade na hora de enviar os recursos para lá".

Para contribuir com a Missão Guerreiros de Deus, faça sua doação no Banco Bradesco - Agência 095-7 - Conta Corente 126319-6, em nome de Walter Alexandre C. Canhoni.

Até janeiro próximo, Xand está disponível para ministrar em igrejas, falando sobre missões, para adultos e crianças, contando seu testemunho ou alertando sobre o perigo da contaminação através de brinquedos e programas infantis. Os contatos podem ser feitos pelos telefones (11) 3966-1070 e 9419-1345 ou por e-mail: [email protected] Mais informações no www.guereirosdedeus.com.br.

veja também