1 em cada 8 americanos deixam o cristianismo

1 em cada 8 americanos deixam o cristianismo

Atualizado: Terça-feira, 17 Agosto de 2010 as 9:48

Segundo pesquisa realizada pelo Barna Group um em cada 8 americanos adulto é um ex-cristão, a maioria deles eram protestantes ou católicos quando criança e agora adultos relatam ser ateu, agnóstico ou professam qualquer outra fé. Somente 3% da população americana se tornou cristão quando adulto.

Os resultados são baseados em entrevistas telefónicas provenientes de uma amostra aleatória de 2.004 adultos em os E.U.A. As entrevistas foram realizadas no outono de 2008 e verão de 2009. Foi perguntado aos participantes qual era a sua fé da infância e sua fidelidade a fé atual.

A segunda pesquisa perguntou aos entrevistados se eles já tinham "mudado para uma fé diferente, ou alteraram significativamente suas visões de fé" ou se eles eram "a mesma fé hoje como o eram como uma criança."

De acordo com o grupo de pesquisa cristã, as razões mais comuns para deixar o cristianismo estão íncluidas nas experiências de vida, tais como a obtenção de novos conhecimentos ou educação; sentir desiludido com a igreja e de religião; sentindo a igreja é hipócrita, ter experiências negativas nas igrejas; estar em desacordo com o cristianismo sobre questões específicas, como a homossexualidade, o aborto ou controle de natalidade, autoridade da igreja, querer expressar a sua fé fora da igreja, e à procura de uma nova fé ou que querem experimentar outras religiões.

As motivações principais para se tornar um cristão, entretanto, aconteceu em virtude de passar por um período dificil; envelhecendo e vendo a vida de forma diferente; querendo contato com uma igreja e crescer espiritualmente; descoberta de Cristo, ou querendo saber o que estava na Bíblia.

A pesquisa aponta que a idade média dos entrevistados que deixaram de ser cristãos é de cerca de 22 anos; 68% dos entrevistados mudaram sua fé antes de completar 30 anos.

Kinnaman David, presidente do Barna Group e diretor da pesquisa, ressaltou que nem toda pessoa passa por uma crise de fé, por isso as pessoas que estão passando por transições espiritual muitas vezes passam despercebidos.

veja também