9ª Semana Acadêmica da IAP: ‘Mais que um discurso, Kerigma é proclamação’

‘Mais que um discurso, Kerigma é proclamação’

Atualizado: Segunda-feira, 15 Outubro de 2012 as 2:34

Entre os dias 1 e 4 de outubro aconteceu a 9ª semana acadêmica da Igreja Adventista da Promessa. Realizado pela FATAP (Faculdade teológica da IAP), o programa incentivou a reflexão sobre o Kerigma.

Mas o que é Kerigma? A contracapa do livro com o conteúdo da semana acadêmica diz que “Kerigma é uma palavra grega que significa ‘aquilo que se anuncia’. É proclamar ‘a boa notícia’ a respeito do Salvador Jesus. Diz respeito ao conteúdo da pregação (...) Kerigma é muito mais do que um discurso! Kerigma é proclamação bíblica.”

No primeiro dia da semana acadêmica, o pastor Hermes Pereira de Brito falou sobre A Igreja do Kerigma. Na mensagem, ele relatou a natureza e surgimento da igreja do kerigma.

Lembrando os fatos acontecidos em 1932, o pastor conta que não é encontrado um dos mais importantes sobre a contemporaneidade da igreja do kerigma, o batismo do pastor João Augusto da Silveira no Espírito Santo. “Deus escolheu esse ano para iniciar um avivamento pentecostal”, frisou.

A autenticidade do kerigma foi o tema do segundo dia da programação. O missionário Felipe analisou algumas teologias que diluem, diminuem e distorcem o kerigma. Ele chamou a atenção para aqueles que ainda defendem o verdadeiro kerigma e à necessidade de mudar a realidade de alguns púlpitos.

No terceiro dia, o pastor Eleilton Freitas abordou a amplitude do kerigma, frisando alguns posicionamentos que violam sua amplitude como limitações geográficas e étnicas, convenções sociais segregadoras, supervalorização de paradigmas e estruturas, reducionismos conceituais.

Dentre as constatações feitas pelo pastor, está a de que o kerigma é para todos os povos e nações, não faz diferença entre homens e mulheres, não despreza os escravos, é maior que qualquer burocracia litúrgica e dogmas, é maior que placas denominacionais, e vai muito além da pregação apenas para dar vida eterna.

“O plano de salvação veio colocar no lugar tudo o que o pecado bagunçou”, declarou Eleilton.

A essência do kerigma foi ensinada pelo pastor José Lima de Farias Filho no encerramento da semana acadêmica. “O evangelho não é um conceito, é uma pessoa, Jesus Cristo”, afirmou.

O pastor lembrou que a essência do kerigma está baseada em quem Jesus é, o que Ele fez, o que oferece e o que exige.

Incentivando os irmãos a glorificar ao Senhor, José Lima lamentou que 95% das mensagens massageiam o ego das pessoas e elas não se dão conta de que são miseráveis pecadores que precisam de salvação.

Embora a semana acadêmica tenha se encerrado, as mensagens estão registradas no livro ‘Kerigma – Reflexões sobre a missão da igreja’. Quem tiver interesse em adquirir um exemplar, pode entrar em contato com a FATAP através do email [email protected]

Leia também:

"Ele precisa ter um encontro com Deus", diz Zinho sobre Adriano

Hernandes Dias Lopes: 'Jesus é a vida que devemos ser e viver'

veja também