A hora e a vez dos leigos

A hora e a vez dos leigos

Atualizado: Segunda-feira, 3 Outubro de 2011 as 12

Paul Stevens mostra que a tarefa principal do pastor não é fazer, mas equipar. Ele argumenta que nem sempre o modelo do pastor assalariado, de tempo integral, é o melhor. A igreja precisa também de pastores que exerçam outra profissão.

A Hora e a vez dos Leigos é um livro cheio de ideias que desafiam os conceitos tradicionais: • O melhor treinamento do pastor ocorre na igreja e não no seminário • Cada crente possui um ministério e tem a responsabilidade de exercê-lo • O pastor “fazedor de tendas” traz uma contribuição sem igual para a igreja quando trabalha em equipe • A liderança da igreja deve estar nas mãos de uma equipe pastoral formada por pessoas consagradas e experientes

Aprenda com alguém que teve a coragem de recomeçar tudo aos 37 anos de idade: “Depois de 15 anos ensinando a Bíblia como pastor-mestre, fui ser aprendiz de carpinteiro... Mas, para mim, aquele mergulho no mundo dos leigos era a única maneira de ganhar base experiencial para um ministério mais amplo de preparação de líderes.”

veja também