"A minha vida familiar era destruída" diz ex viciado convertido

"A minha vida familiar era destruída" diz ex viciado convertido

Atualizado: Terça-feira, 12 Abril de 2011 as 2:38

“A minha vida familiar era destruída. A minha filha, Elizabeth, 20 anos, saiu de casa por causa do meu vício. Ela não suportava mais viver com o pai completamente drogado. O meu filho, Fernando, 16 anos, ia me buscar nas bocas-de-fumo”.

O desabafo é de José Ferreira dos Santos Filho, 51 anos, que mora em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ele conta que foi escravo das drogas por 40 anos, mas conheceu o Senhor Jesus e foi liberto por Ele.

“Eu tomava até sopa de cocaína. Trabalhava em uma empresa que prestava serviços para a Petrobras, e viajava muito a trabalho. Na verdade passava mais tempo viajando do que em casa.

Nessas viagens, eu procurava drogas aonde pudesse encontrar, não importando se fosse perigoso. Todo o meu salário ia para a cocaína, e acabei perdendo o emprego por causa das drogas”, conta José.

“Meu pai estava sempre doidão lá nas bocas-de-fumo. Eu falava com ele mas ele não me dava ouvidos”, diz o jovem Fernando, lembrando que a mãe conheceu a Igreja Mundial do Poder de Deus, e começou a lutar pela família.

“Um dia, fui a um culto na igreja, e a minha esposa já estava lá. Senti no coração de buscar a presença de Deus, e a partir daquele momento a minha vida foi mudando, até que me libertei.

Agora o Senhor Jesus me deu outro emprego, e reconstruiu a minha família. Quando a minha filha soube que eu estava firme com o Senhor, não acreditou e quis constatar com os próprios olhos.

Ficou tão feliz que voltou para casa! Os meus vizinhos me chamavam de maconheiro e cachaceiro, quando eu passava, e agora me chamam de pastor! Quando vou a festas, na casa de amigos, e eles me vêem com um copo de refrigerante na mão, ficam surpresos. Ninguém acreditava que houvesse jeito para mim, mas o Senhor Jesus não me abandonou!”, declara José.

“O que mudou na vida deste homem? A presença de Deus! Veja a importância de clamar pela família! A esposa dele não desistiu de orar por ele! A minha irmã muitas vezes também foi me buscar nas bocas-de-fumo, e eu dizia a ela:

‘Você não manda na minha vida! Vai embora senão eu vou dar na sua cara!’. Mas ela não desistiu de orar por mim, e quando orava, chorando, dizia a Deus: ‘Eu Te agradeço, Senhor, porque já vejo o meu irmão pastor’. E o Senhor Jesus me resgatou daquele inferno!”, disse o bispo Pereira, em transmissão ao vivo pela televisão, após ouvir o testemunho de José.

veja também