"A tecnologia precisa ser usada de forma criativa" diz Pr. Alceu Filho

"A tecnologia precisa ser usada de forma criativa" diz Pr. Alceu Filho

Atualizado: Quarta-feira, 4 Maio de 2011 as 12:38

 Na região central de São Paulo, cerca de 1,5 mil adolescentes e jovens viveram uma situação inusitada, no domingo 1 de maio. Eles participaram do 1o. Twitticamp da Associação Paulista Central, sede da Igreja Adventista para 81 cidades desta região do Estado. Foi uma mobilização de desbravadores a partir do Twitter, rede social criada em 2006. Durante a manhã, os jovens recebiam tweets com os desafios, saíam da frente do computador e corriam para atividades diversas. As provas incluíram desde fotografar mamíferos até ler trecho da Bíblia para um vizinho. Idealizador do projeto, o pastor paranaense Alceu Filho, líder da juventude adventista para a região central de São Paulo, disse que o Twittcamp serviu para diminuir distâncias entre os desbravadores e para mantê-los hiperconectados. “A tecnologia precisa ser usada de forma criativa”, afirmou o líder jovem.

Acompanhe a entrevista:

Como surgiu a ideia do Twittcamp?

Alceu Filho: Estava acompanhando as notícias pelo Twitter e pensei como poderíamos atingir os desbravadores através das redes sociais, visando um mundo de comunicação que eles gostam e assim ter prazer em participar do clube de desbravadores. Aí veio a ideia de um Twittcamp, um movimento com perguntas das atividades que eles realizam no dia a dia e que envolvem desafios missionários e sociais.

Que possibilidades são abertas com esta iniciativa?

AF: Um dos nossos objetivos é estar hiperconectados com os desbravadores e diminuir as distâncias. A possibilidade é que em 140 caracteres podemos mobilizar um número imenso de pessoas. Um exemplo foi o desafio de tirarem uma foto e encaminharem para nós com um mamífero. Um grupo foi atrás de uma vaca, a vaca fugiu e os jovens tiveram que fazer um resgate. Isto vai ficar para sempre na memória. Um outro desafio foi encontrar casas na rua onde estavam com alguns números específicos como 23, 46, 127 e 150 e ler para as famílias o Salmo correspondente. Como resultado, várias famílias convidaram as unidades para voltarem às suas casas e ler a Bíblia para elas. É empolgante ver que o objetivo de salvar e servir dos desbravadores esteve em ação nas duas horas e 30 minutos do Twittcamp. As perguntas foram respondidas e a nossa caixa de emails contém mais de 2700 respostas para serem processadas e encaminharmos as respostas.

Como avalia a participação dos jovens no Twittcamp?

AF: Os desbravadores superaram a nossa expectativa. Trabalharam em equipe, solucionaram problemas de conexão, unidades se juntaram para responder os desafios. Você ter mais de 1.500 crianças na rua envolvidas após algumas palavras na timeline do Twitter é algo incrivel, um meio para mobilizar e pregar o evangelho.

Em sua opinião, quais as vantagens do evangelismo na web?

AF: A tecnologia precisa cada vez mais ser usada de forma criativa, visando o envolvimento de jovens, desbravadores e adultos da geração X e Y para que comuniquem Jesus através da web. Jesus está perto de voltar e jamais fica offline, ausente ou em horário de almoço para a humanidade. Os jovens e desbravadores entendem isto e vamos bolar mais projetos que mobilizem para Salvar e Servir.  

veja também