"A Voz do Senhor" é tema da Celebração da Família

"A Voz do Senhor" é tema da Celebração da Família

Atualizado: Segunda-feira, 13 Dezembro de 2010 as 10:10

“A Voz do Senhor” foi o tema do primeiro dia da campanha “Andar Sobrenaturalmente sobre as águas”, que começou em todas as Igrejas Renascer neste domingo, 12 de dezembro.

“A voz do Senhor vem sempre trazer uma Palavra que muda uma situação, desde o Gênesis 1. Satanás tem procurado tirar o crédito de quem está levando a Palavra de Deus. Aquela Palavra poderia curar, mas você não acreditou. E sem fé é impossível agradar a Deus. Ele envia a Palavra”, ministrou a bispa Sonia Hernandes no culto das 17h no Renascer Hall.

“A voz do inimigo vem para te acusar para que você fique magoado com Deus... Você pensa, puxa vida, me esforcei... E o que o Senhor faz? Me mandou para a tempestade! Mas essa é a voz do inferno. Você quer escutar a voz da luz ou a voz das trevas? Peça ao Senhor para guardar seus ouvidos...”, acrescentou a bispa.

Ela disse ainda que temos que prestar atenção em tudo que estamos ouvindo. “Veja bem o que está recebendo. Se você tiver fé, não tem tempestade que te possa resistir!”, disse ela.

Mais tarde, no culto das 19h, o apóstolo Estevam Hernandes alertou o povo para que não ouça a voz de Satanás. “O diabo está querendo roubar um grande milagre da sua vida. Não ouça a voz da serpente e nem a voz da destruição! O diabo quer te intimidar, colocar medo, impedir sua relação com Deus. Mas abra sua boca e peça para Jesus ter misericórdia de você”, afirmou.

Ele disse ainda que não há voz do inferno que possa nos impedir de servir ao Senhor. “O plano que Ele tem para você não será descontinuado, mas você verá a glória de Deus. Vamos ouvir a voz maravilhosa do Senhor Jesus! Seja qual for a tempestade que você está enfrentando, a voz das muitas águas está te dizendo... Tenha bom ânimo!”, disse o apóstolo.

“O Senhor te diz: prepare-se porque farei maravilhas na sua vida. Jesus não é um ídolo morto e sem voz, ele te diz: levanta-te hoje!”, afirmou.

Texto: Pra Cláudia Pires

veja também