ABGLT listou filiados de 19 partidos que pretendem concorrer em mais de 70 municípios

Mais de 100 militantes gays vão disputar eleição municipais

Atualizado: Segunda-feira, 5 Março de 2012 as 10:53

Com o lema "Não basta ser gay, tem que ter proposta" a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), listou filiados de 19 partidos que pretendem concorrer as eleições em mais de 70 municípios de 23 Estados.

Os pré-candidatos não buscaram apenas legendas de bandeiras libertárias, como o PV. Há filiados a siglas conservadoras como o PR do senador evangélico Magno Malta (ES). O candidato a vereador Sillvyo Luccio Nóbrega, da cidade de Pacatuba, no Ceará, transexual, foi acolhido por uma legenda conservadora, o PSDC, democrata cristão. “O partido não tem nada a ver com minha plataforma, mas, no meu município, é aberto, eclético e eu faço parte do diretório municipal”, afirma. 

Presidente da Diversidade Tucana, grupo que reúne militantes e simpatizantes da causa gay no PSDB, o funcionário público Marcos Fernandes disputa uma vaga na Câmara Municipal paulistana. “Não enfrento problemas no partido e tenho sido muito bem recebido em várias comunidades, inclusive por evangélicos. Não vejo entre os fiéis a mesma resistência da cúpula das igrejas”, diz o pré-candidato tucano. 

Com informações do O Povo

veja também