Academias para o corpo e para a alma

Academias para o corpo e para a alma

Atualizado: Sexta-feira, 30 Setembro de 2011 as 2:36

Mais pessoas estão frequentando as academias, mas quantas estão exercitando a vida espiritual?

O portal de notícias Meio e Mensagem noticiou, em 20/06/11, que “66% dos 4,2 milhões de brasileiros” têm acesso a academias e são das classes emergentes (C, D e E), movimentando um mercado que já é um dos maiores do mundo.

Devido a essa frequência, as academias estão barateando o preço das mensalidades para alcançar cada vez mais as camadas populares, além de criar marcas mais baratas, a fim de suprir esse público. O Conselho Federal de Educação Física (CONFEF) tem cerca de 19.681 academias registradas, fora as que não constam nos dados oficiais, o que nos leva a concluir que, diariamente, temos novos corpos malhados na sociedade.

Mais músculos, “esculturas” humanas, curvas, mudança de hábito e apelo ao bem estar. Em todos os espaços da sociedade, há muitos frequentadores, tanto de academias como de outras atividades, físicas e esportivas.

A Bíblia, Palavra de Deus, fala um pouco desse assunto. Assim Paulo falou a Timóteo: “O exercício físico é bom, porém, o exercício espiritual é muito mais proveitoso. (…)” (1 Tm 4.8a NBV). Aqui Paulo diz que o exercício físico é bom. Veja que o apóstolo não é contrário à prática de exercício físico e nem a favor do sedentarismo. Lembremo-nos que a Bíblia ainda fala do atleta de corrida (1 Co 9.24-26a) e do pugilista, o praticante do boxe hoje (1 Co 9.26b-27).

Em segundo lugar, Paulo, inspirado pelo Espírito Santo (2 Pe 1.21), não para só por aí. Ele também fala de outra categoria de exercícios: os espirituais. Exercitar-se espiritualmente é muito mais proveitoso. Em outras traduções encontramos a palavra piedade, que é ser devoto ou dedicado a Deus. E ser piedoso, exercitar-se espiritualmente, é nosso grande desafio. Isso é “malhar” o coração por dentro!

Nossa tarefa é praticar todos os dias as práticas devocionais diárias. Encontramos uma verdadeira “academia espiritual”, na verdade, tiradas da Bíblia: ler e meditar na Palavra de Deus; orar; jejuar, eis alguns exercícios que podem nos levar a uma vida mais piedosa diante de Deus. Israel Belo Azevedo, no livro Sete Passos e Meio para a Felicidade, faz um importante comentário sobre esta passagem: “Esta é uma boa lembrança diante da supervalorização do corpo. Também é verdade que o nosso corpo é para ser cuidado, o que implica exercícios físicos, para que haja saúde.”

Paulo prossegue nos falando dos resultados destes exercícios espirituais: “(…) Portanto, exercite-se espiritualmente porque isso ajudará, não só agora, nesta vida, mas também na vida futura.” (1 Tm 4.8b NBV). Portanto é de grande proveito praticar a vida piedosa, tanto para com Deus, como para com nossos irmãos (Tg 1.27).

A prática devocional diária nos leva a controlar todo nosso ser, fazendo ficarmos mais parecidos com Jesus (Rm 8.29).

Por Ms. Andrei C. S. Soares

veja também